Vivo falha na segurança da internet e compromete usuários

A empresa de telefonia e banda larga, Vivo, uma das mais famosas no Brasil, está instruindo os seus clientes a modificarem as senhas dos roteadores.

O motivo é que foi identificado uma falha no sistema de segurança em alguns dos modelos de roteadores que foram utilizados pela empresa para as instalações de banda larga fixa.

A falha

A falha apresentada nos equipamentos da empresa ocorreu nas senhas, onde deveriam serem geradas aleatoriamente, mas não foi o que aconteceu, já que nos números eram formados por uma combinação.

A combinação usada era de 3 dígitos da central do MAC, que são dos aparelhos telecom e servem para serem identificados na WEB, juntamente com um número relacionado a sua própria rede de acesso.

Um exemplo é se um dispositivo fosse identificado com 1Q:2W:3E:4R:5T e tivesse o seu Wi-Fi nomeado Vivo-1234, a senha à rede já estaria estabelecida em 2W3E4R1234.

Código fácil!

Para a maioria dos usuários, que são mais leigos, podem-se imaginar que é um número difícil de se obter, porém, o código é facilmente encontrado por redes que possibilitam golpes e acesso as informações pessoais.

Por um comunicado oficial, a empresa não negou o problema e divulgou uma lista com a numeração dos modelos afetados, que são cinco:

  • Coletek W-M1120BK;
  • Mitrastar DSL-2401HN-T1C-NV;
  • Askey RTV9015VW;
  • Askey RTA9227W-D112; e
  • Datacom RTA9211W-D112.

A empresa Vivo ainda recomenda que todos os seus usuários que não alteraram a senha após a instalação façam o procedimento imediatamente, para que assim evite possíveis riscos e garanta a sua segurança de rede.

O modelo do aparelho

Para saber qual o modelo do seu aparelho receptor de internet, basta olhar a etiqueta na parte inferior, onde aparecerá a marca e o modelo.

E também poderá obter informações do site, onde pode ajudar no processo de configuração se for necessário.

A Vivo ainda enviou um comunicado ao portal Canaltech, onde ressaltou que essa combinação de senha é uma prática de mercado, mas que os modelos mais recentes já não utilizam a mesma dinâmica!

Outras medidas que podem ser realizadas

A troca de senha do roteador original é uma atividade sempre recomendada, sendo até um requisito padrão para manter a segurança de qualquer rede, porém, mais algumas medias podem ser realizadas.

É necessário alterar as credenciais de acesso, já que elas são até mais inseguras do que as que vem das operadoras de rede.

Outra opção para quem não recebe muitas visitas em casa ou usuários que são mais avançados é ocultar a conexão, além de proibir o acesso externo à sua rede.

O roteador é uma das portas de entrada para a nossa casa, pois para acessar a internet qualquer dispositivo irá precisar acessar por ele e isso pode abrir caminho para receber ataques de hackers.

Add Comment