Vacinação contra a gripe – veja os 10 países que tem os maiores investimentos

Só quem já pegou realmente uma gripe forte sabe como é ruim e acaba com o nosso corpo, além de ser um risco de vida em algumas situações, como por exemplo, no caso de pessoas que já contam com uma doença pré-existente.

Outro grupo de risco é formado pelos idosos e as crianças pequenas, sendo este o grupo das pessoas com maior probabilidade de não conseguir resistir a uma grave infecção viral.

Segundo dados do Ministério da Saúde, cerca de 650 mil pessoas morrem em todo o mundo devido a gripes e nos chamados países industrializados, a maioria dos óbitos acontece com pessoas acima dos 65 anos.

A prevenção da gripe!

Mesmo com todos os dados tristes, poucas pessoas acabam se prevenindo da gripe. Sendo que a principal forma de prevenção é tomando as vacinas como devem ser tomadas regularmente!

E isso vale mesmo que esteja em uma região com menor risco de contaminação.

As taxas de vacinações no mundo todo contra a gripe variam, inclusive, com países chegando a uma imunização de idosos acima dos 80%, mas com outras chegando a míseros 2%.

De acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a OCDE, que visa promover o bem estar social e econômico em todo o mundo, os países que apresentam os piores números são: Dinamarca, Noruega e a Espanha.

Os outros países

Ainda segundo a organização, as nações que fazem a vacinação com êxito em idosos normalmente se resultam de programas de imunização do governo, sendo feito diretamente buscando o cuidado com o idoso.

Em nosso país, o Brasil, desde 1999 ocorrem as campanhas de vacinações e as doses são todas oferecidas gratuitamente.

Nos países em desenvolvimento, o cenário muda e o público mais frágeis são as crianças, que passam a ter um risco maior de infecção pela gripe, de acordo com uma pesquisa da Organização Mundial de Saúde.

As taxas de imanização dos países mais pobres são bem menores, com muitas situações onde sequer são contabilizadas. Porém, o estudo ainda ressalta que nem sempre uma alta imunização ajuda a diminuir as mortes por gripe.

A prevenção… Além da vacinação!

Os pesquisadores alertam que todo devem se prevenir, principalmente nos períodos de maiores surdos e possíveis mutações pelo vírus com maior precisão.

E que os hospitais devem todos se capacitar para que possam disponibilizar todos os cuidados necessários com eficiência no paciente que contrair a doença.

Os países com as maiores porcentagens de vacinação

Para idosos, acima de 65 anos, a lista de países que são mais representativos foi listada recentemente. Veja os números!

Na abertura do top 10, temos a Alemanha, com 34,8%; em nono, aparece o Japão, com 51%; e em oitavo a Espanha, com 51,4%. Em sétimo lugar temos o país de Israel, com 59,8%, e na sequência aparece os Estados Unidos, com 69,1%.

Na quinta posição temos o Reino Unidos com 70,5%, seguido de perto pelo Brasil, com 71,8%. No top3 temos a Austrália, México e Coreia do Sul, com 73%, 82,3% e incríveis 84,4%, respectivamente.