Tudo Exatamente Agora: ANSIEDADE!

(Foto: Becrobbins.com)

(Foto: Becrobbins.com)

Diante de uma sociedade em que tudo acontece tão rapidamente, em que não se espera mais por nada. Comidas, viagens, compras, tudo acontecendo a todo vapor e o tempo todo. Acostuma-se a viver nesse ritmo, buscando o imediatismo, evitando qualquer tipo de atraso ou dor. Esse ritmo diário gerador de estresse, já citado nesta coluna, acaba por aumentar assustadoramente a ocorrência de transtornos emocionais relacionados ao humor, tais como a depressão e a bendita ansiedade!

Você conhece alguém ansioso? Não uma pessoa que tem uns picos de ansiedade aqui ou ali, mas uma pessoa realmente ansiosa durante a grande parte do tempo? É difícil conviver com elas não é mesmo? Tanta angústia, tantos questionamentos, incertezas e coração acelerado. Agora imagine SER essa pessoa? Inquieta e com sofrimento intenso. Vivendo no futuro enquanto o presente está em plena ação. Deixando que seu coração saia pela boca e o impeça de alcançar o estado de tranquilidade.

A ansiedade é um estado emocional que desencadeia uma série de reações no sistema biológico humano. Ela é acionada frente a algum perigo real, ou algumas vezes imaginário, impulsionando o indivíduo a agir: lutar ou fugir. Bem parecido com o medo, em alguns aspectos, como por exemplo, os sintomas físicos iniciais, que seriam: taquicardia, transpiração, aperto do peito, dentre outros.

Um exemplo corriqueiro de ansiedade é diante de uma entrevista de emprego ou uma prova de vestibular. O candidato tem um desafio pela frente e seu corpo responde a isso. A ansiedade entra em cena. Tal acontecimento faz parte das reações humanas, é natural, esperado. Mas o que acontece atualmente é que cada vez mais pessoas passam a VIVER em estado ansioso. Elas têm uma tensão constante sob seus ombros.

Vamos identificar os possíveis sintomas:

-Preocupação intensa e ininterrupta
-Insônia
-Falta de ar
-Taquicardia
-Irritabilidade
-Sensação de desmaio
-Cansaço
-Dormência em partes do corpo
-Tensão muscular e dores
-Dificuldade para engolir
-Problemas gastrointestinais
-Tontura
-Vômitos incontroláveis
-Arrepios…

Esses são apenas alguns dos vários sintomas que a ansiedade pode causar. Quando um grupo deles permanece por muito tempo, causando problemas na rotina e interferindo no dia-a-dia e na saúde do indivíduo, então é possível que não seja apenas uma ansiedade comum e sim um transtorno de ansiedade generalizada.

O que fazer então?

TRATAMENTO PROFISSIONAL

O tratamento para o transtorno da ansiedade se dá através de psicoterapia e medicamentos específicos, que seriam ansiolíticos e antidepressivos. Mas estes medicamentos só podem ser prescritos por psiquiatras. Associando os dois tratamentos os resultados são satisfatórios.

Além disso, algumas técnicas simples podem ser usadas diariamente para que a pessoa aprenda a controlar seu corpo e os sintomas assim que surgirem.

RESPIRAÇÃO

Durante a crise ansiosa a respiração fica tão acelerada que causa uma intensa sensação de falta de ar. Concentrar-se na própria respiração ajuda a tirar o foco dos sintomas. Inspirar profundamente e expirar devagar faz com que se retome o controle do próprio corpo, diminuindo a sensação de ansiedade.

EXERCÍCIOS FÍSICOS

A prática diária de exercícios físicos proporciona a liberação de hormônios essenciais para o bem estar. Além de fazer bem à saúde, faz bem ao emocional, ajudando a dissipar o cansaço diário.

Cuide-se! Fique atento ao seu corpo e às suas emoções. Em caso de desconforto constante busque ajuda. Não tenha medo de expor seu problema, nem ache que está sozinho nessa. Cada vez mais cresce o número de doenças emocionais, mas elas assim como as físicas, também têm tratamento. Fique atento!

8 Comments

  1. Deivid
  2. Thabata
  3. itis

Add Comment