Confira os times que mais geraram receita em 2018

Todo ano o Mercado da Bola movimenta muito dinheiro e, pela primeira vez, o clube de futebol que mais gerou receita pelo mundo foi o Real Madrid.

O dado é referente à temporada de 2017/2018 e é do relatório da Deloitte Football Money League 2019. Um ranking com os 20 clubes que mais arrecadaram também foi divulgado.

Os que mais geraram receita!

Bom, o gigante espanhol, campeão da Champions League pela terceira vez consecutiva, gerou um recorde de € 750,9 milhões (US$ 854,8 milhões) nesse período de tempo que a gente falou.

O Barcelona ficou com o segundo lugar. O time, que lidera a La Liga, teve uma receita de € 690,4 milhões (US$ 785,5 milhões).

Coladinho nele está Manchester United, que ficou em primeiro na lista anterior. Desta vez, a equipe arrecadou de € 666 milhões (US$ 758 milhões).

PROPAGANDA

Total de…

Os vinte clubes do ranking juntos conseguiram um recorde. Houve um crescimento de 6% na receita total em comparação com o ano passado. Foram € 8,3 bilhões (US$ 9,4 bilhões), sendo que os três primeiros foram responsáveis por € 2,1 bilhões (US$ 2,3 bilhões).

Fonte da Renda?

Dentro desse esquema de dinheiro todo, há posições que de destaque como fonte de renda.

Em primeiro lugar, a transmissão das partidas foi a maior fonte, 43% da receita total. Na sequência estão os acordos comerciais com 40% e, por último, a venda de ingressos e outros produtos nos estádios dos clubes, sendo responsável por 17%.

O que com certeza ajudou na colocação do Real Madrid como sendo o clube que gerou maior receita foi a quantidade de acordos comerciais. O que o time rendeu cresceu em mais de € 75 milhões (US$ 85,4 milhões).

Tudo isso por causa da parcela de € 54,8 milhões (US$ 62,4 milhões) de acordos. Esses contratos incluem aumento de patrocínio, venda de produto oficial e ingressos de amistosos.

Os 10 primeiros

“Entre os 10 primeiros colocados, estão clubes que passaram para a próxima fase do campeonato UEFA Champions League, gerando uma receita maior para cada um, o que significa que a performance do time nos jogos pode ter um impacto no ranking do ano que vem”, afirma Dan Jones, parceiro do Grupo de Negócios Esportivos da Deloitte.

Clubes britânicos também tiveram a temporada de 2017/2018 positiva.

Quem dominou o ranking foram os times que compõe a liga inglesa Premier League. São os clubes: Manchester United, Manchester City, Liverpool, Chelsea, Arsenal e Tottenham Hospur. As colocações foram: 3º, 5º, 7º, 8º, 6º e 10º lugar, respectivamente.

Brasil?

E, para nós brasileiros, fica complicado falar de futebol sem mencionar nossos craques, né? Então, vamos lá: depois de tirar do bolso centenas de milhões de dólares nos atacantes Neymar Jr. (olha ele aí!) e Kylian Mbappé, as vendas no estádio do clube francês Paris Saint-Germain cresceram 12% e 14% em acordos comerciais.

Isso rendeu um total de € 541,7 milhões (US$ 616,9 milhões), o que o colocou em 6° lugar.

“Nossa pesquisa identificou o potencial que uma estrela do futebol pode trazer para a receita gerada por um clube. No ranking do ano que vem, veremos como a contratação de Cristiano Ronaldo beneficiará o Juventus, que está fora dos 10 primeiros colocados desde a temporada de 2011/12”, diz Sam Boor, gerente do Grupo de Negócios Esportivos da Deloitte.

PROPAGANDA