Tesouro Direto – Primeira Vez? Entenda Aqui

Tesouro Direto é a oportunidade que o Tesouro Nacional abre para você ter uma rentabilidade parecida com a dos grandes investidores, mas com investimentos populares, a partir de R$ 30,00. É um programa, desenvolvido em parceria com a B3, uma das principais empresas de infraestrutura de mercado financeiro do mundo, para venda de títulos públicos federais – vamos explicar o que é isso – para pessoas físicas. Entretanto, tudo isso, por meio da internet.

O Tesouro Direto surgiu com o propósito de popularizar o acesso aos títulos públicos. Porque, ao permitir aplicações de valores baixos como o citado acima, possibilitou a democratização do processo. Antes dele, o investimento nesses títulos por pessoas físicas era só indiretamente, por meio de fundos de renda fixa (falaremos sobre isso também). Que, por cobrarem altas taxas administrativas, principalmente em aplicações de baixo valor, afastavam as pessoas do de investimento. Tudo mudou!

Descomplicar o entendimento do Tesouro Direto
O Tesouro Direto democratizou seus processos e permite investimentos a partir de R$30,00 com ótima rentabilidade.

Entretanto, se você já é um investidor pode ser que esteja buscando algum negócio para o futuro. Vale a pena ler a nossa matéria sobre a GlobalCoin: A criptomoeda do Facebook. Entenda um pouco mais sobre esse mercado antes do seu próximo investimento financeiro.

Entendendo o Tesouro Direto

O que é Tesouro Nacional?

Tesouro Nacional, ou Fazenda Pública ou Erário Público representa o conjunto dos meios financeiros à disposição de um Estado. É ele quem distribui os serviços administrativos encarregados do gerenciamento desses recursos. Na maioria dos países é um serviço do estado conectado às pastas do governo que tratam de tudo relacionado a economia.

Cada país dá seu próprio nome para essas pastas, mas no Brasil é a Secretaria do Tesouro Nacional. Ela é vinculada ao nosso Ministério da Economia. O dinheiro tem origem nas receitas públicas do Estado e estes fluxos são controlados através do orçamento de estado. Em resumo, é o caixa do governo.

O que é Receita Pública do Estado

É o montante total dos impostos, taxas, contribuições e outras fontes de recursos em dinheiro arrecadado pelo Tesouro Nacional. Ele é incorporado ao patrimônio do Estado e deve servir para custear tanto as despesas, como as necessidades de investimentos públicos.

Em suma, Receita Pública do Estado é o recolhimento de todos os bens aos cofres públicos. É um sinônimo de ingresso ou entrada ou arrecadação.

O que é Orçamento de Estado

Orçamento Público ou Orçamento de Estado é uma ferramenta de estratégia e execução das finanças públicas. Atualmente, a ideia é ligada à previsão das Receitas e à fixação das Despesas públicas. No nosso país, sua natureza jurídica é considerada como sendo de lei, somente em sentido formal.

Isso resguarda, por exemplo, uma relação com o propósito de simples autorizações das despesas públicas que estão previstas. Além disso, tanto a estimativa das receitas como a autorização para realização de despesas da administração pública, estão contidas nesse orçamento.

Quem é a B3 no Tesouro Direto?

A B3 antes conhecida como BM&F Bovespa, é uma das mais proeminentes companhias de infraestrutura de mercado financeiro do mundo. A empresa consegue reunir tradição e inovação em produtos e tecnologia. É uma das mais caras em valor de mercado, com posição mundial de destaque no setor de bolsas.

Uma companhia íntegra, que trabalha para não somente para desenvolver, mas também para viabilizar o mercado financeiro e de capitais. Junto com os clientes, e também agora com a população, a empresa B3 realmente potencializam o crescimento da nação.

O que são Títulos Públicos Federais?

Os Títulos Públicos são ativos de renda fixa (vamos explicar logo abaixo o que é Fundo de Renda Fixa). Ou seja, você consegue estimar o seu rendimento no instante em que faz o investimento. Ao contrário dos ativos de renda variável (como ações, por exemplo), cujo retorno não pode ser previsto no momento da aplicação.

Porque a intermitência e inconstância dos ativos de renda variável é maior, frente aos ativos de renda fixa, o tipo de investimento de renda fixa é considerado mais tradicional e mais seguro. Ou seja, de menor risco.

O que é Fundo de Renda Fixa?

Creio que podemos começar pelo conceito básico. Em outros artigos vamos aprofundar esse entendimento, mas, como esse se baseia num primeiro contato com o Tesouro Direto, vamos de simplicidade. Fundos de Renda Fixa são os que tem mais independência para escolher os seus ativos (calma, vamos explicar o que são os ativos também).

Os Fundos de Renda Fixa (FRF) devem manter em torno de 80% de sua carteira em Títulos do Tesouro, ativos com baixo risco de crédito. Estes fundos também permitem alavancagem, e, por isso você pode encontrar FRF com os mais diversos desempenhos.

Como começar no Tesouro Direto

O Tesouro Direto auxiliou tanto a diversificação como a complementação das alternativas de investimento disponíveis. Ele oferece títulos com diferentes tipos de rentabilidade. Pode ser ou prefixada, ou ligada à variação da inflação ou à variação da taxa de juros básica da economia – Selic e etc.

Com tantas opções, fica fácil achar um título indicado para a sua necessidade. Acesse o site oficial do Tesouro Nacional e descubra mais detalhes ainda sobre como iniciar o seu próprio investimento e ter rentabilidade no Tesouro Direto do Brasil.