Saiba tudo sobre tempestades solares e como os efeitos influenciam a sua vida

É comum lermos sobre tempestades solares principalmente em sites de artigos científicos. Por isso, não é todo mundo que entende a fundo sobre o assunto. Para explicar tim-tim-por-tim-tim, preparamos um material que vai te ajudar a saber mais sobre as tais tempestades do Sol.

Para começar, é bom que você fique esclarecido a respeito do que acontece lá naquela estrelona. O Sol é muito importante para os planetas que giram em sua órbita e está em constante mutação através de explosões.

Saiba tudo sobre tempestades solares e como os efeitos influenciam a sua vida

Isso tudo faz com que energia seja gerada a todo tempo.

Para se ter uma ideia, o Sol tem 330 mil vezes mais massas que o nosso planeta. O astro tem em sua composição Hidrogênio (elemento químico mais abundante no Universo) e Hélio (gás nobre que não sofre reação química).

Outra curiosidade é que os metais pesados do Sol não chegam a 2%. São eles oxigênio e carbono.

Importantíssimo para a vida na Terra, o Sol fornece energia para boa parte dos seres vivos que habitam o planeta água. E tudo se encaixa tão bem que as plantas usam a energia do Sol para fazerem a fotossíntese e crescerem.

Logo, liberam oxigênio. Fundamental para nossa sobrevivência.

Como acontecem as explosões solares?

O plasma, gasoso na superfície e mais denso cada vez que fica mais próximo ao núcleo, é uma combinação que forma a fonte de calor.

E diante disso tudo, surgem as grandes explosões com reações químicas nucleares.

Pasme: são até 600 milhões de toneladas de hidrogênio revertido em hélio. Essa sequência de vários zeros equivale a cada segundo.

Mas, reações não saem na mesma rapidez da área central para a superfície.

Com isso, a parte de fora do Sol está em constante aumento. A partir daí, nascem os ventos solares. Partículas solares são dispensadas sempre que ocorrem explosões de grandes proporções.

Essa combinação é a tal tempestade solar!

O que isso afeta na minha vida?

Se dissermos que em nada, estaríamos mentindo.

E como não gostamos nada de fake news, vamos a verdade: GPS e comunicadores que são dependentes de frequências radiofônicas podem ser atingidos pelas tempestades solares. Um exemplo fácil de dar são os aviões.

Se você leu esta informação e está preocupado, acalme-se porque não há motivo.

É que a NASA monitora tudo que acontece, inclusive as tempestades solares. Assim dá para saber com uma certa antecedência qualquer tipo de grande explosão que possa chegar ao nosso planeta.

Na história

A Terra foi atingida por uma das mais impactantes emissões já feitas pelo Sol há 160 anos.

O caso foi registrado em 1859 e se acontecesse novamente nos dias de hoje, estaríamos com um sério problema já que somos muito dependentes da energia elétrica.

Em 1972, rajadas solares foram registradas pela NASA que informou que o feito poderia matar uma pessoa que estivesse em uma área do campo magnético sem proteção.