Tecnologia para idosos: sensores e até robôs entram em cena

Tecnologia para idosos é uma realidade. Uma casa tecnológica com luzes autônomas, eletrodomésticos com inteligência artificial e até robôs parece coisa de gente jovem, certo? Pois saiba que não. Este modelo de residência inteligente está aumentando a qualidade de vida de pessoas idosas.

Certamente esses equipamentos aumentam a autonomia dos idosos que já não tem mais a mesma mobilidade de antes. Dificuldade de enxergar com pouca luminosidade, ou ainda correm mais riscos de quedas, muitas vezes fatais.

Tecnologia para idosos como robôs e sensores auxiliam os idosos
Tecnologia para idosos como robôs e sensores auxiliam os idosos

Tecnologia para Idosos

Empresas em todo mundo inclusive no Brasil estão atualmente desenvolvendo várias tecnologia para esse mercado. Esses recursos tecnológicos não servem apenas para os idosos mas para a família.

Este é um mercado muito promissor de acordo com o IBGE. Os acidentes domésticos são algo muito comum nessa faixa etária. De acordo com a OMS 28% a 35% das pessoas maiores de 65 anos sofrem algum tipo de queda todo ano.

Um dos recursos para reduzir esse problema recorrente seriam os botões de emergência. Ao pressionar esse botão o idoso recebe uma espécie de pronto atendimento médico.

Vendido como dois produtos diferentes, o botão de emergência tem praticamente a mesma função. Um deles o PERS (Sistema de Emergência Pessoal) combina sensores e botões para pedir ajuda a um telefone fixo.

Já os MPRES (Sistema de Emergência Pessoais Móveis) funcionam mais como um celular com um botão único e GPS para a localização do idoso. Este dispositivo avisa com um SMS, e-mail ou notificação no celular o momento exato que o idoso se locomover ou sofrer uma queda.

No Brasil quais empresas já produzem essa tecnologia?

Empresas conhecidas como a Telehelp ou a Tecnosenior já disponibilizam esse tipo de tecnologia. De acordo com essas empresas é muito difícil o próprio idoso considerar que necessita da tecnologia.

A necessidade real só é percebida quando um acidente acontece com ele ou algum vizinho idoso próximo. É muito frequente ouvir um idoso dizer: “Quando eu tiver velho vou querer um desses.” Como explica o CEO da Tecnosenior.

A procura por esse tipo de serviço também pode partir do próprio usuário. Uma aposentada de 69 anos de idade que mora sozinha e sem filhos diz se sentir tranquila com a tecnologia. “Pode me ajudar até no meio da noite com autonomia”.

Mesmo que o idoso não precise apertar o botão de emergência, constantemente são enviadas mensagens. As operadores se certificam que tudo está bem. Em média, o serviço do botão de emergência custa R$149,00 mensais, assim como existem empresas que fazem exclusivamente esse serviço.

Tecnologia para idosos: O robô companheiro

Entre os serviços de automação pessoal para idosos existem serviços muito interessantes. Um parente escolhido pelo idoso pode inclusive, destrancar a fechadura da porta remotamente além de poder ver quem está à porta.

Dentro da cozinha existem serviços como: detectores de fumaça e calor que impedem a ocorrência de um incêndio acidental por exemplo.

Inclusive, sensores nas gavetas de remédio podem enviar notificações para o celular quando elas não forem abertas em horários programados.

Até nas persianas a tecnologia está presente. Elas podem abrir e fechar em horários pré-determinados de acordo com os hábitos do idoso, ajudando assim a regular o ciclo do sono.

Para o problema de visão comum entre os idosos, existem luzes sensoriais balizadas para acenderem no quarto num momento de pouca luminosidade. Assim que o idoso sai da cama e coloca o pé no chão as luzes o guiam até o banheiro, cozinha e demais dependências da casa evitando acidentes.

Como se não bastasse tudo isso, o idoso ainda pode contar com a tecnologia de um robô de telepresença que ajuda a diminuir o isolamento social.

O auto conhecimento é uma das vantagens da velhice, porém, as pessoas passam anos procurando se conhecer quando ficam velhas, e de repente, essa liberdade lhes é tirada.

Por isso a tecnologia para idosos torna-se tão essencial a fim de garantir mais qualidade de vida para essas pessoas.

Gostou do artigo? Se quer saber mais veja nossa sessão de Tecnologia e até o próximo artigo.