Tapioca Aromática usa ingredientes que substituem o ovo

Quem não gosta de uma boa tapioca? Tanto a doce como a salgada! Esse alimento é tipicamente brasileiro e foi originalmente criado em Pernambuco e logo caiu no gosto de todo o nosso país.

Porém, nem todas as pessoas podem consumir alguns ingredientes que vão na fabricação da tapioca, como o ovo. Ele pode ser item dispensável na dieta de quem tem alergias aos seus componentes.

Para sanar isso e trazer alternativas aos alérgicos, surgiu a tapioca aromática, na qual não vai os ovos e, mesmo assim, é igualmente saborosa. Aprende a fazer esse parto sensacional.

A tapioca sem ovos

Para fazer a tapioca sem ovos vamos utilizar alguns ingredientes, sendo: água; uma pitada de sal, 0,5 kg de polvilho doce ou se preferir, a farinha para tapioca na mesma quantidade.

Para o recheio também vamos utilizar alguns ingredientes, sendo: 0,5 cebola picada em cubinhos bem pequenos; 1 vidro de leite de coco; 1 pitada de pimenta do reino; 1 colher de café bem rasa de alho moído; 5 colheres de sopa de amarantos em flocos e 1 colher de sopa de farinha integral.

Modo de preparo

O primeiro passo é a preparação da massa da tapioca e para isso você irá utilizar uma tigela, de preferência bem grande. Nela, coloque o polvilho doce e cubra com água até atingir um ponto de 2 dedos acima do polvilho.

Após isso, no segundo passo, devemos deixar a massa descansando por um dia, para que assim o polvilho consiga absolver toda a água. Caso não absolva toda a água nesse período, misture e vá espremendo para que tire o excesso.

O terceiro passo é quebrar a pedra de polvilho, que se formou nesse período, usando as mãos. Depois, passe em uma peneira, colocando uma pitada de sal e reserve.

O recheio

No quarto passo, vamos para o recheio.

Pegue uma frigideira e coloque nela um pouco de azeite para dourar o alho e a cebola.

Após isso, adicione pimenta do reino e sal a gosto. Coloque também a farinha integral e vá misturando até que se forme uma textura pastosa. Adicione aos poucos o leite de coco, sem parar de mexer.

Desligue o fogo e coloque o amaranto em flocos mas, detalhe: apenas com o fogo desligado. E reserve.

O passo seguinte é colocar a farinha na frigideira, ficando como opção, colocar um pouco de manteiga na mesma para ajudar a tapioca a não grudar – nas panelas antiaderente nem precisa da manteiga.

Sem deixar falhas, polvilhe a farinha, para que fique algo parecido como uma panqueca e frite os 2 lados até que fique levemente dourado e pronto para o recheio.

A montagem

Com a massa da tapioca ainda quente, temos que montar a mesma.

Caso esfrie, ela ficará muito crocante e não conseguirá dobrar, por isso, é importante que o recheio seja feito antes de fritar as tapiocas.

Como sugestão, polvilhe amaranto e coloque fatias de queijo no meio do recheio, fica uma delícia!

A massa que sobrar e não for utilizada, poderá ser guardada pelo prazo de até uma semana sem preocupações.