Sintomas de Estresse e 4 Dicas para Tratamento Sem Remédios

Publicidade

Se tem algo que todos nós desejamos é uma boa saúde, acreditamos que ter saúde é fundamental, mas nos esquecemos da nossa parte para cultivá-la em perfeito estado. O que podemos e devemos fazer para proteger o nosso corpo? Será que existe algo que pode ser feito para combater doenças e ameaças internas?

Publicidade
Tratamento do estresse sem remédios e sintomas (Foto: Reprodução)
Tratamento do estresse sem remédios e sintomas (Foto: Reprodução)

A resposta é SIM! Cada vez mais estudos apontam para o papel do estresse na causa de diversas doenças. Um índice cada vez mais alto de cânceres, doenças cardiovasculares, doenças de pele e gastrointestinais, bem como depressão, transtornos de ansiedade e bipolaridade, ganham relação direta com o estresse.

E você pode se perguntar: POR QUÊ? É simples! O estresse atua diretamente sobre o sistema imunológico do nosso corpo, sistema este, responsável por nos proteger de possíveis doenças. Desde uma pequena gripe até o tão temido câncer. Quando o estresse se prolonga, a “pressão” que ele faz no sistema imunológico abaixa nossas defesas naturais, consequentemente, ficamos mais vulneráveis a qualquer tipo de doença.

Estressado, eu?

O que nós não pensamos ao ler um artigo como este, é que nós podemos ser o alvo fácil do estresse. Pensamos no nosso amigo, primo, colega de trabalho, mas nem nos lembramos de verificar como anda nosso próprio medidor de estresse.
Segue então uma ajuda, uma lista dos principais sintomas de estresse. Que tal fazer uma auto avaliação?

Sintomas de Estresse

  • Insônia
  • Cansaço persistente
  • Irritabilidade
  • Ansiedade por mais tempo
  • Falta de concentração
  • Dor de cabeça frequente
  • Mudanças alimentares
  • Alterações intestinais (constipação ou diarreia)
  • Tontura
  • Dificuldades com a memória
  • Dores musculares
  • Taquicardia
  • Falta de ar

Dentre muitos outros. Alguns estudiosos indicam níveis de estresse, se você identificar a persistência de muitos sintomas listados, então está na hora de procurar um profissional e pensar em alterar sua rotina.

Quer começar? Aqui vão algumas dicas de tratamento sem remédios!

Dica 1. Exercícios físicos

Um dos maiores inimigos do estresse é justamente a prática regular (no mínimo três vezes por semana) de exercícios físicos. Qual deles é o mais indicado? VOCÊ DECIDE!!!

Publicidade

A principal regra para que o exercício seja um prazer e não um dever, é que você escolha algo de que goste. Não adianta fazer um exercício por obrigação, isso apenas faz com que aumente sua sobrecarga, e ao invés de ajudar, atrapalha. Se você gosta de correr, tire ao menos meia hora por dia para dar uma corridinha num lugar arejado e fazer seu corpo se movimentar, liberando hormônios e fazendo com que a tensão diária se desfaça.

Dica 2. Boa alimentação

Uma alimentação bem feita pode fazer milagres pelo seu corpo! Com a correria do dia a dia dificilmente tiramos tempo para uma refeição com calma. Então se dê um tempo! Privilegie seu horário de almoço. Faça uma refeição balanceada e ganhe a energia de que precisa.

Quando nos alimentamos corretamente, ganhamos toda energia de que precisamos. Poderíamos ter menos problemas de saúde, se comêssemos melhor. Colocando mais verduras, legumes e frutas em nossa dieta, além de ingerir bastante água durante todo o dia.

Dica 3. Lazer

Ninguém sobrevive numa rotina preenchida apenas por trabalho e obrigações. É necessário que demos aos nossos dias pitadas de alegria, fazendo coisas que nos deem prazer. Que tal um cineminha no meio da semana, depois de um dia cheio no trabalho? Ou aquele drinque com os colegas para comemorar a chegada do fim da semana? Ou ainda uma tarde dedicada à família e aos pequenos prazeres compartilhados? Pequenas e grandes coisas podem e devem fazer a diferença.

Dica 4. Invista em você!

Tire tempo apenas para respirar. Para ler um bom livro ou ouvir a música de que gosta. Muitas vezes nos pegamos distribuindo favores, fazendo inúmeras coisas todos os dias para todo mundo e esquecemo-nos de fazer por nós mesmos.

Uma boa dose de bom humor e pronto! Mande o estresse para bem longe! Nade contra a corrente desses dias loucos que exigem cada vez mais de nós, dê aquilo que é possível e deixa o resto por conta da vida!

Fernanda Friederick de Souza

Psicóloga com atuação em hospitais e clínica. Apaixonada por livros, faz uso do seu tempo livre para escrever e trazer dicas baseadas em sua experiência como profissional. Além de possuir um blog e auxiliar pessoas do Brasil todo através dessa rede social. Fernanda é baiana, mas atualmente mora em Recife. Conheça o novo projeto dela: "Os contos sem fada"

21 comentários em “Sintomas de Estresse e 4 Dicas para Tratamento Sem Remédios

  • 7 de fevereiro de 2013 em 0:47
    Permalink

    nossa sou uma leitora e adorei o que li parabéns por esse artigo publicado me ajudou bastante. espero continuar lendo sobre isso…

  • 7 de fevereiro de 2013 em 0:53
    Permalink

    E eu que tava tão estressada hoje, realmente senti alguns desses sintomas. Muito bom, parabéns pelo artigo!

  • 6 de fevereiro de 2013 em 22:17
    Permalink

    Muito bom! Dicas práticas que fazem toda a diferença!

  • 7 de fevereiro de 2013 em 1:37
    Permalink

    adoreiiiiiiii esse artigoooooooo……ajudou muitoooo as dicas….agora é só aproveitar..seguir tudo direitinho..e ser muito feliz com as coisas boas da vida..ameiiii!!

  • 7 de fevereiro de 2013 em 1:54
    Permalink

    pois é a vamos fazer massagem ant-stress melhora muito e sem dúvida o espirital e alma e corpo cuide dos três

  • 7 de fevereiro de 2013 em 3:27
    Permalink

    Nossa! Mto bom. Amei e acabei descobrindo q tô com varios sintomas do stress, assim q passar o carnaval precisarei ir ao médico urgentemente, pois tenho me sentido sem energia, pelo q acabei de ler, deve ser estress.

  • 7 de fevereiro de 2013 em 0:30
    Permalink

    Nossa! Mto bom. Amei e acabei descobrindo que estou com varios sintomas do estress, assim que passar o carnaval, precisarei ir ao médico urgentemente, pois tenho me sentido sem energia, pelo que acabei de ler, deve ser estress.

  • 7 de fevereiro de 2013 em 3:54
    Permalink

    Stress? Não mais! Seguindo essas dicas é fácil acabar com ele (ou pelo menos diminuir o nível de stress!

  • 7 de fevereiro de 2013 em 0:57
    Permalink

    Stress? Não mais! Seguindo essas dicas é fácil acabar com ele (ou pelo menos diminuir o nível de stress!
    Muito bom o artigo! Parabéns a autora… Espero ler mais textos…

  • 7 de fevereiro de 2013 em 1:10
    Permalink

    Esse artigo foi bastante interessante pela sua clareza e praticidade, pois nos mostrou alguns pontos para detectarmos a possibilidade de termos ou nãoo estress, como também, nos deu dicas importantes para o nosso dia-a-dia para vencê-lo, caso o tenhamos…
    Parabéns pelo artigo!!! Muito bom mesmo!!!

  • 7 de fevereiro de 2013 em 4:14
    Permalink

    Arrazou Princesa!!! Amei o artigo, mto bom mesmo… Acabei descobrindo q tô com alguns sintomas de estresse, assim q puder irei ao medico, tenho me sentido mto cansada, sem energia… Parabéns filha, sinto-me orgulhosa de vc.

  • 7 de fevereiro de 2013 em 10:37
    Permalink

    Hummm…bom saber, acho q tenho sintomas!! vou me cuidar..muito legal essas dicas, parabéns*-*

  • 7 de fevereiro de 2013 em 12:48
    Permalink

    EXTRAORDINÁRIO , FANTÁSTICO E PRINCIPALMENTE DESPERTADOR.
    NEGONA, JESUS CONTINUE LHE ABENÇOANDO A CADA DIA.
    TE AMO.

  • 7 de fevereiro de 2013 em 13:55
    Permalink

    Muito boom, me identifiquei com quase todos os sintomas! kkkk

  • 7 de fevereiro de 2013 em 15:00
    Permalink

    é… estresse a doença da modernidade! O difícil é ir na contramão de um contexto social que nos leva a ficar a mil por hora! bjs

  • 9 de fevereiro de 2013 em 8:55
    Permalink

    Parabéns pelo seu artigo nos ajudou bastante a entender que devemos mudar nossos hábitos !!!

  • 9 de fevereiro de 2013 em 12:00
    Permalink

    Muito bom, espero me tornar cada dia mais leitor assíduo dos seus artigos, lembrando que esse texto foi o começo e que seus leitores esperam outros mais de vc.

  • 13 de fevereiro de 2013 em 18:20
    Permalink

    Perfeito! Creio que ajudará a identificar e sobretudo a tratar esse mal que aflige muita gente com o corre corre da vida, ótimas dicas. Texto muito bem feito
    bem estruturado e ao mesmo templo simples para um bom entendimento. Parabéns serei seu leitor assíduo!!

  • Pingback:Tudo Exatamente Agora: ANSIEDADE! - Dicazine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *