Sabe aquele comportamento que a pessoa fica se vitimizando… descubra 3 motivos!

Isso pode ser dissonância cognitiva! Portanto, nem sempre o fato de a pessoa se vitimizar vai ser apenas um “charme” ou “querer chamar a atenção”. É preciso estudar um pouco da psicologia para entender o assunto. Portanto, saiba mais sobre essa dissonância.

Basicamente, estamos falando de quando o individuo tem comportamentos que estão ou não de acordo com os seus ideais, no entanto, nem sempre eles estão em conformidade com a realidade mais comum para as outras pessoais.

O assunto parece complicado, mas não é. O tema surgiu lá em 1957 com Festinger , da New School for Social Research de Nova Iorque. Mas, com o tempo passou a ser ainda mais valorizada. Hoje, tornou-se Teoria e tem a ver com o conflito no processo de tomada de decisão. Entenda isso!

A cognição

Para entender a cognição, que nada mais é do que a forma de ter uma opinião e pensar o assunto, separamos 3 teorias simples que são estudadas na psicologia, o que vai tornar a compreensão bem mais simples.

Relação Dissonante. Essa alternativa para se chegar a uma resposta sobre a vitimização tem a ver com o fato de que uma pessoa tem uma opinião sobre algo e aí, ela age de outra forma. Isso costuma acontecer muito e, quase sempre, fica no dito popular: “faça o que eu falo e não o que eu faço”.

Um bom exemplo é  aquela pessoa que sabe que beber e dirigir são comportamentos que não combinam, tanto é que são proibidos por lei. Mesmo assim, essas pessoas tomam essas atitudes, conhecimento os riscos e se expondo a eles.

A  Relação Consonante é  quando a pessoa sabe que o risco acontece e aí ela consegue desviar dele. Sabe aquela pessoa que sabe que beber e dirigir não são coisas que se complementam? Pois é, ela passa a optar por buscar um táxi, um Uber ou uma carona, por exemplo.

Por fim, a Relação Irrelevante acontece quando uma coisa não tem ligação com outra coisa. Então, o individuo pode dirigir e jogar futebol ou assistir televisão e tocar guitarra, por exemplo.

A dissonância cognitiva

Como visto, a vitimização acontece quando existe a dissonância da cognição, isto é, falar uma coisa e fazer outra. Então, é a partir disso, que temos os 3 principais motivos para entender a vitimização das pessoas.

Então, pode ser que isso tenha a ver com uma mudança de comportamento (1). A pessoa até tanta diminuir a sua discordância, se assim podemos chamar. Então, ela passa a mudar de opiniões pessoais, se comparado com os tempos antigos.

Outra opção é a mudança de ambiente (2), que acontece quando a pessoa se muda de ambiente e aí ela passa a ter novas convicções, novos pensamentos, novos ideias. Por último, o conflito permanente (3), que é um dos pontos mais críticos, já que a pessoa não consegue mudar suas convicções e passa a viver com ele.