Saiba quais são as 10 profissões mais confiáveis nos EUA

Quando fala em profissões, temos diversas alternativas espalhadas por todo o mundo e cada um deve seguir a que mais agradar, isto é, aquela que mais tem a ver com o seu perfil. Afinal, trabalhar com o que gostamos é sempre uma boa escolha.

Assim, teremos uma maior produtividade e a tendência também é a de ter menos estresse, fator que é fundamental para os dias atuais. Porém, ainda existem uma grande discussão sobre a “confiabilidade” de algumas profissões.

Essas discussões são normais no mundo todo e nos Estados Unidos não é diferente. O instituto Gallup realizou uma pesquisa entre os norte-americanos para saber a opinião da população sobre a honestidade e os padrões éticos no local do trabalho.

A ideia é a de saber qual é a profissão que é vista como mais confiável. Por exemplo: para ser um profissional de tal área, a pessoa tem que ser alguém totalmente confiável, sabe? E, por isso, a pesquisa foi tão divulgada em todo o mundo.

Resultado sem surpresas!

Pelo 17º ano seguido, a profissão dos enfermeiros dominou a lista, ficando com a primeira posição com 84% dos norte-americanos avaliando como uma profissão honesta e que segue os padrões éticos.

Ainda na linha da saúde, os farmacêuticos e médicos também conseguiram uma boa posição, com 66% e 67% respectivamente.

Os policiais também conseguiram uma boa colocação nesse ranking, com 54% dos cidadãos entrevistados os colocando como pessoas honestas e éticas.

Na última posição, ficou os representantes do congresso e vendedores de carros, com 58% dos votos negativos, sendo a profissão menos confiável nos Estados Unidos.

O top 10 das profissões com pessoas mais confiáveis

Como já citamos, os enfermeiros com 84%, médicos com 67% e os farmacêuticos com 66% integram o top3 como as profissões mais confiáveis de acordo com os cidadãos dos Estados Unidos.

Na sequência, ainda aparecem os professores do ensino médio, com uma ótima porcentagem de 60% e os policiais, com 54%.

Em sexto lugar temos os contadores, profissionais fundamentais para as empresas e trabalhadores, com 42%, seguido pelos clérigos, com 37%.

Em oitavo lugar temos a profissão encarregada de ouvir os relatos e trazer ao público uma informação verdadeira, os jornalistas, que possuem 33%.

Em nono lugar, temos os empreiteiros, com 29% e integrando o top 10 os banqueiros, que ficaram com 27%

Todas essas profissões são consideradas confiáveis pelos norte-americanos com uma boa porcentagem de acordo com a pesquisa realizada. Mas, existem também aquelas profissões nada confiáveis, né?

As profissões menos confiáveis

Com uma porcentagem razoável, os agentes imobiliários abrem a lista com 25%.

Em seguida, temos uma profissão muitas vezes polemica, pelo fato do profissional ter que defender os dois lados de uma história, tanto o inocente como o acusado. Essa profissão é a de advogado, que ficou com 19%.

Na penúltima posição, os cidadãos elegeram os executivos de empresas, com uma porcentagem de apenas 17% no nível de confiabilidade.

Na última posição, como já citamos, uma dobradinha, entre os vendedores de carros e os membros do congresso, profissão na qual não apenas nos Estados Unidos, mas na grande parte do mundo não é vista como confiável. Ambas tiverem 8% de porcentagem.