O Prato Feito brasileiro está desregulado: excesso de calorias

Uma tradição nos restaurantes brasileiros são os pratos feitos, alimentação que é rotina na vida dos trabalhadores que tem um curto tempo de almoço e sempre decidem comer nos restaurantes.

Porém, a quantidade de calorias presente nessa refeição vem preocupando, já que segundo um estudo, ele é maior que o recomendado.

O estudo publicado pelo jornal British Medical Journal alerta que o valor calórico do prato feito nos restaurantes analisados pode ser prejudicial à saúde dos brasileiros.

Pesquisa da USP

Vivian Suen, pesquisadora responsável pelo estudo e professora da faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo, disse que a conclusão final é de que devemos ter atenção com os alimentos ingeridos nos restaurantes.

Especialmente aqueles locais que servem esse tipo de refeição, já que isso pode favorecer o ganho de peso e a obesidade.

Sem contar sobremesa e bebida, o estudo aponta que um prato feito no Brasil tem em torno de 1.200 kcal e o pior é que alguns pratos chegaram a 1.600 kcal. Sendo que o recomendado para um homem adulto é 2.500 kcal por dia 2.000 kcal para as mulheres

A recomendação

Sendo assim, os pratos feitos estão contendo cerca de metade das calorias diárias de um homem adulto e no caso das mulheres, 60% a mais do que é o correto.

Vivian Suen alerta que comendo 1200 kcal no almoço e no jantar, além das outras refeições do dia, a pessoa irá certamente ultrapassar o limite recomentado e fazendo isso por um ano irá desenvolver uma tendência a ganho de peso.

Exceto se ela tiver um bom plano de atividades físicas diárias.

A especialista ainda ressalta que a quantidade de calorias varia de pessoa para pessoa e isso vai de acordo com o seu estilo de vida. Caso você consuma mais calorias, mas não ganhe peso, está tudo bem, segundo ela.

Como foram feitos os estudos?

Para o estudo, os pesquisadores passaram por restaurantes na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, avaliando os pratos mais vendidos dos locais.

O menu estudado era: arroz, feijão, carne, salada e alguns acompanhamentos. Alguns salgados e lanches de Fast Foods também foram analisados, tudo em um laboratório, onde foram feitas as análises das quantidades calóricas.

Um dos pratos que chamaram mais a atenção pesou 1 Kg quilo e tinha arroz, feijão, frango à parmegiana, macarrão alho e óleo, farofa e mandioca frita, totalizando mais de 2000 kcal.

O impressionante é que esse valor supera a quantidade que uma mulher deve consumir durante todo o dia.

Os pratos feitos menos calóricos encontrados foram de 700 gramas, contendo 790 kcal, com feijão, arroz, legumes cozidos, ovo frito e frango grelhado.

Consideração final

A pesquisadora Vivian Suen disse que se formos observar o que contém no prato, veremos que a qualidade nutricional não é boa, pois tem pouca salada, com apenas 2 ou 3 folhas de alface, além de muito arroz e carnes gordurosas.

Ainda segundo ela, o correto em uma refeição é de 3 a 4 colheres de sopa de arroz, apenas uma de feijão e uma carne que se equivale ao tamanho da palma da sua mão, mas sempre tirando as camadas de gordura que estiverem aparentes.

Coloque também uma porção de legumes refogados, além de claro, a salada, que pode ser a vontade.