O Poder das Palavras: Dicas Para Soltar o Verbo

“Sem conhecer a força das palavras, é impossível conhecer os homens.”
Confúcio

O Poder da Palavras (Foto: Shuterstock)

O Poder da Palavras (Foto: Shuterstock)

Mais do que aparência, modo de se vestir e modo de se portar, o que te leva a ser o chato, o legal, o extraordinário é a sua palavra.

Não somente a palavra escrita, a palavra falada; o modo que se fala, aquilo que você quer passar e aquilo que conseguem entender. Quantas vezes tentou explicar algo e entenderam totalmente o contrário, isso indica um baixo domínio da palavra.

Há como se aperfeiçoar nisso, a palavra na história nos mostra o quanto ela é importante. Tido como um dos melhores oradores da história, que com suas palavras dominou todo um mundo – pena que para um objetivo maldoso – Adolf Hitler, aquele que sabia como usar as palavras.

Vamos aos quesitos que tornam a palavra, escrita ou falada, eficiente para o seu objetivo:

1. Objetivo

Saiba o que quer transmitir, acima de tudo. Se não sabe exatamente o que quer passar fica difícil o transmitir, acaba se enrolando, pensando demais. Organize seu pensamento de forma clara e objetiva. “Quero falar isso e pronto”.

2. Classificação da importância e o para quem

Se é um assunto delicado e a pessoa a quem você precisa transmitir a mensagem é explosiva, seja objetivo mas não agrida a pessoa. Use palavras amenas, de mesmo significado que faça a pessoa pensar com mais calma no assunto. Seja o mais claro possível para que não haja mal entendimento.

“Fulano preciso te dizer uma coisa muito grave.” Não faça isso, a pessoa já vai ficar ansiosa, nervosa antes de saber o tema.

Se é um e-mail ao seu chefe por exemplo, diga ‘olá, boa tarde… vim pensando em tal assunto e após analisá-lo bem cheguei a conclusão que…” Aquela passagem por cima e por fim o dizer de fato, assim prepara-se o receptor mas sem enrolar demais e perder o foco e a objetividade.

3. Se coloque como ouvinte/leitor

“Não faça aos outros o que não gostaria que fizessem a ti mesmo”, isso serve muito na palavra, se coloque no lugar da outra pessoa, seja leitora, seja ouvinte. O impacto que terá aquelas palavras, bem ou mal dita, pode aliviar ou trazer dor a alguém. Você pode motivar alguém com simples palavras ou pode acabar com a vida de alguém em poucas palavras.

4. Conclusão

Conclua bem o seu assunto, tenha certeza de que a pessoa entendeu exatamente o que você quis passar, pergunte a ela se entendeu. Não tenha vergonha, não pense que será chato (também não pergunte 5 vezes depois que a ela já respondeu a primeira). Por vezes só falamos e nos esquecemos de se preocupar se a mensagem foi bem entendida. Ai é que acontecem os telefones sem fio, “eu escrevi A e você entendeu B”.

Objetivo, foco, clareza, se por no lugar da outra pessoa e ter certeza de que ‘bingo!’, atingiu o seu objetivo.

Pense antes de usar as palavras, elas não são apenas letrinhas jogadas ao vento, elas são muito poderosas em todos os âmbitos da vida.

One Response

Add Comment