Novidades sobre temporais no RJ

Publicidade

Aproximadamente 200 pessoas estão soterradas no deslizamento que atingiu o Morro do Bumba no Cubango, em Niterói. Não há mais expectativa de encontrar pessoas com vida.

“Pela nossa experiência é uma morte instantânea. Desceu uma grande quantidade de terra, pedra e lixo”, disse o comandante do Corpo de Bombeiros. “É muito difícil encontrar alguém vivo. É diferente do Haiti, onde prédios desabaram e as pessoas ficaram presas em bolsões de ar. Aqui foi uma grande quantidade de terra. Quando cai, toma todo o ambiente.” 

Publicidade

Mortos

Seis pessoas morreram no deslizamento de terra do Morro do Bumba. Dois mortos eram funcionários de uma creche que funcionava no local. Outras 51 pessoas ficaram feridas. De acordo com a Defesa Civil, pelo menos 40 casas foram atingidas. Com esse desabamento o número de mortos no Estado chegou a 163 pessoas.

Os Bombeiros informaram que 25 pessoas foram resgatadas com vida por soldados da corporação e pelos moradores. Os feridos foram levados para o Hospital Azevedo Lima, em Niterói. Há relatos de que pelo menos 40 casas podem ter sido afetadas.

Ajuda de moradores

Muitos moradores ajudam no trabalho dos bombeiros e estão na área onde ocorreu o deslizamento à espera de notícias de seus familiares.

Publicidade

Motivos do incidente

Segundo o Corpo de Bombeiros, a comunidade atingida pelo deslizamento no Morro do Bumba, foi construída numa área onde funcionava um antigo lixão. De acordo com moradores, no momento do deslizamento não chovia na região. No entanto, o fato de o terreno ser propício a deslizamentos pode ter contribuído para o acidente.

Niterói, que já está em situação de emergência, já registrava, antes do episódio desta noite, 79 mortes em decorrência das chuvas. A cidade, é suscetível a deslizamentos porque há grande ocupação irregular do solo. “Niterói está dentro da região metropolitana que tem adensamento grande de pessoas que não têm habitação. Foram ocupando irregularmente, mas isso tem que acabar. O trabalhador tem que ter a habitação dele”.

Fornecimento de energia

O fornecimento de energia elétrica continua irregular em Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Marica, em função da chuva constante que cai nessas cidades desde segunda-feira.  As aulas continuam suspensas em Niterói e São Gonçalo, por causa da forte chuva que atingiu a região, segundo a Secretaria estadual de Educação.
Já as escolas da rede estadual voltam a funcionar normalmente nesta quinta-feira.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here