Veja qual é a maior pepita de ouro do mundo

Em 1869, na região de Victoria, na Austrália, 2 garimpeiros encontraram um pedaço de ouro gigante, que foi batizado de Welcome Stranger ou, se preferir, Bem-vindo Estranho!

Eles encontraram a pepita durante o trabalho que realizavam de mineração.

Com 61 centímetros quando medida de ponta a ponta, a pedra de oura pesava incríveis 72 quilos no momento que foi encontrada.

A história

Os trabalhadores, que se chamavam Richard Oates e John Deason, receberam o equivalente a cerca de 300 mil dólares pela descoberta na época.

E, agora, 150 anos depois, os descendentes se reuniram no mesmo local que a pepita foi encontrada.

Nessa reunião, houveram comemorações, inclusive, com roupas da época e a recriação de uma foto que foi tirada no dia da descoberta.

A descoberta

Segundo John Tully, membro da Sociedade Histórica Goldfields, o ocorrido é uma grande história que envolve amigos que ficaram ricos do nada, que seria como ganhar na loteria – transformando-se milionários em instantes!

Pertencente a quarta geração de John Deason, Suzie Deason, de 38 anos, segue morando no local.

Segundo ela, quando as pessoas descobrem o seu sobrenome sempre perguntam se ela também é rica e onde está o ouro, mas, para ela, infelizmente não é e não tem nenhuma joia feita do Welcome Stranger.

A raridade

A pedra rara foi descoberta em uma localidade australiana de Moliaugul, uma região perto das raízes de uma árvore, onde hoje tem um vilarejo rural, mas sem nenhum hotel ou comércio, restando apenas algumas casas.

A região acabou recebendo um apelido, de triângulo dourado, pela descoberta.

Suzie disse que muitas pessoas ainda vão até a região para tentar a sorte e ficam dias e mais dias procurando algum ouro, na esperança de ficarem ricas também.

Ela ainda disse que existem sim pepitas no local, até grandes, mas nenhuma parecida com a encontrada pelo seu ancestral.

‘Welcome Stranger’

Em meados de 1950, a Austrália era uma espécie de colônia britânica, onde muitas pessoas viajam até o local devido ao seu ouro.

Apenas em 1901 ocorreu a independência do país.

Vindos de muitas partes do mundo, a maioria dos garimpeiros jamais conseguiram levantar uma fortuna, exceto os dois amigos em 1869, no dia 5 de fevereiro, data da descoberta da pepita.

Nascido na ilha de Tresco, próximo à costa da Carnulha, John Deason se mudou para a cidade de Pendeen quando era um bebê, logo após a morte do seu pai, um pescador que morreu afogado.

Foi no local que ele conheceu e fez amizade com Richard Oates, onde juntos, aparecem registrados no censo de 1851 como trabalhadores da mineradora de estranho da Cornualha.

Em 1853 Deason foi para Austrália e Oates foi em 1854. Eles chegaram até Moliagul em 1862.