7 fatos que intrigam a humanidade e tornam os espelhos misteriosos

O espelho é um objeto bem útil, afinal, por ele podemos nos observar e nos arrumar, se tornando um item fundamental para todos.

Porém, com o passar do tempo, os espelhos foram alvos de ostentação, onde a riqueza era até medida por eles, mas, ninguém ousava a quebrar uma das peças, com medo do azar.

Confira abaixo 7 fatos intrigantes sobre os espelhos, que podem te fazer vê-los com outros olhos a partir de agora.

1 – Objeto de divinação

Antigamente, na Grécia, feiticeiras utilizavam espelhos para escreverem predições com sangue.

Quem também utilizava o objeto eram os sacerdotes da Roma clássica, utilizando o mesmo para ver o futuro, presente e passado.

Essas magias foram denominadas de catoptromancia, sendo uma prática exclusiva para romanos e gregos, aparecendo em todo o mundo e muitas vezes ao longo da história.

2 – Portal para ir ao outro mundo

Diferentemente de como é hoje, os egípcios produziam antigamente os objetos com cobre polido e para os africanos, o material era associado à deusa Hathor, a fona do amor, sexo, beleza e magia.

Já os astecas, faziam o objeto polindo a obsidiana, pois acreditavam que ligaria ele a Tezcatlipoca, o senhor da noite, que eles acreditavam que usava o espelho para atravessar entre os mundos.

3 – Energia da Lua

Os chineses tinham a sua crença, acreditando que o espelho poderia capturar energia de astros e também da lua.

Inclusive, um imperador disse que só conseguiu o seu cargo pelo poder dos espelhos.

4 – Retenção

Os antigos também tinham uma crença de que os espelhos poderiam capturar e reter tudo o que refletisse e posteriormente usar.

Inclusive, acreditava-se que a Branca de Neve verdadeira foi uma baronesa da Baviera, onde o pai e a madrasta preferiam os filhos de outro relacionamento e o marido deu o espelho de presente a ela.

Acredita-se que o espelho era falante e tinham a característica de sempre dizer a verdade.

5 – Sorte ou azar

Dentre as diversas superstições que giram em torno do espelho, temos a de que quem quebrar o objeto terá sete anos de azar, sendo a mais famosa.

Porém, para quebrar essa maldição, todos os pedaços deveriam ser enterrados no chão ou jogados em uma corredeira, aí o seu iria embora.

No Paquistão, quebrar um espelho já significa o inverso, sendo um ato de sorte, mas só se fosse acidentalmente.

6 – Prendendo almas

Na Inglaterra, quando um corpo era velado todos os espelhos da casa eram cobertos com um tecido, pois acreditava-se que ele poderia prender a alma das pessoas.

Essa prática também foi adotada na China, América do Norte e em algumas outras de todo o mundo.

7 – Bloody Mary

A brincadeira Bloody Mary é feita sempre em noites de tempestades, onde as luzes são apagadas e a pessoa deve ficar de frente com um espelho, segurando uma vela acesa na mão.

Então, deve-se dizer por 3 vezes o nome Bloody Mary, e então você verá ela ao seu lado. Essa á uma lenda que tem ligações com o Halloween em alguns países.