Descubra o que fazer para cuidar das queimaduras do sol no verão

As temperaturas estão cada vez mais altas e isso se acentua quando estamos no verão, que é a época ideal para tomar um bronze, pegar uma praia e relaxar.

Só que isso muitas vezes pode custar caro se não tivermos os devidos cuidados com o uso do protetor solar. Assim, aumentam o número de pessoas nas praias, rios e clubes que ficam com queimaduras de sol.

Os cuidados com as queimaduras

Corpo vermelho, ardência, queimaduras. Tudo isso incomoda muito, mas muito mesmo a gente. E só quem já tomou sol sem proteção sabe como é ruim a sensação.

E o pior: ela não dura apenas um dia, mas sim uma semana ou mais, sendo bem difícil até para dormir, tomar banho, vestir roupas e fazer coisas simples do nosso dia a dia.

Bom, se você passou por essa situação (de não utilizar o protetor solar), o primeiro passo e observar o seu estado físico: se tem bolhas, secreções e até mesmo pus.

Também fique de olho se irá sentir febre ou tremores. E caso sinta, vá diretamente para um médico especialista para que o mesmo te examine e possa passar por um tratamento adequado para o seu grau de queimaduras.

Hidratação

Se não for um grau tão grave, os cuidados podem serem feitos em casa mesmo, começando pela hidratação da pele.

Com as queimaduras, é natural que a pele fique ressacada, então, podemos utilizar cremes para que hidrate melhor os locais atingidos pelo sol, passando sempre por pelo menos 2 vezes ao dia.

Também é importante que aumente o número dos líquidos ingeridos, bebendo bastante água e consumindo frutas.

Os remédios

Devemos evitar qualquer tipo de substância que possa irritar a nossa pele ainda mais, afinal, ela já estará em um estado mais precário.

Por isso, evite banhos quentes, buchas, esponjas, pois podem machucar a pele. Também não passe nada na pele que tenha álcool ou pasta de dente, pois é prejudicial e pode piorar ainda mais a situação.

As pomadas aconselháveis para situações de queimaduras do sol são as à base de corticoide e de sulfadiazina, além de claro, os hidratantes de pele. Mas, isso tudo só com a orientação médica.

Alguns remédios caseiros podem ajudar a diminuir a inflamação da pele, como as compressas de chá de camomila e o óleo de aloe vera, por exemplo.

Mas, sempre tome cuidado, pois se usar algo não recomendado poderá aumentar as queimaduras até mesmo fazendo as mesmas subirem de grau.

Qual o tempo de recuperação?

Não existe um prazo correto e a recuperação pode variar de pessoa para pessoa, de acordo com alguns fatores, como o tipo de pele, a duração da exposição ao sol e até mesmo a idade da pessoa.

Porém, a média geral é de uma semana, mas em caso de não notar melhoras, procure sempre por um médico, sendo o dermatologista o profissional da área.