Deficientes usam Smartphones! Entenda o fato!

Recentemente, uma foto foi muito divulgada pela internet, onde usuários sem conhecimento acabaram realizando comentários tolos foi motivo de muita discussão em todo meio digital.

Na foto em questão uma mulher com deficiência visual, que inclusive usava uma bengala, foi fotografada usando um celular.

A imagem foi parar no Facebook, onde o usuário que a postou deixou claro na legenda a “zombaria”, onde ele dizia para os seus seguidores encontrarem o erro na imagem.

E o pior, mais de 33 mil compartilhamentos da imagem foram gerados e isso acabou causando muita tristeza em diversos deficientes visuais, que pelos comentários, explicavam o fato de smartphones já serem feitos para pessoas que não tem a visão.

Brincadeira sem graça

Amy Kavanagh, uma jovem ativista de 29 anos, disse que fiquei bem desapontada e brava com a postagem.

Ela ressaltou que o fato de uma pessoa ser deficiente visual não dá direito de ser fotografada sem o consentimento, ainda mais sendo exposta como uma espécie de humilhação.

Ela ainda ressaltou que as pessoas com deficiência visual podem ter graus diferentes, com algumas não sendo totalmente cegas, e podendo utilizar a tecnologia a seu favor.

Ela ainda ressaltou que o seu telefone a “salva”, pois ele acompanha de muitas funcionalidades e é utilizado como uma espécie de acessibilidade, com aplicativos que facilitam a sua vida, como para dar zoom, usar GPS e pedir um taxi.

Preconceito da sociedade

Veronica Lewis, uma moradora de Londres que tem 22 anos e estuda na Fairfax, em Virgínia, nos Estados Unidos, disse que é comum ver pessoas olhando para ela de um jeito diferente, apontando.

Inclusive, ela já foi acusada de estar fingindo ser cega, pelo fato de estar mexendo no seu aparelho celular.

Ela disse que tudo isso é revoltando, e que as pessoas deveriam conhecer os aplicativos por controle de voz,

Para ela, a foto que foi publicada não passa de uma invasão de privacidade e grosseria, mas mesmo assim disse que se fosse com ela, não seria nenhuma surpresa.

As doenças e o uso do smartphone!

A estudante tem uma doença ocular e foi diagnosticada quando tinha apenas 3 anos e a sua visão foi deteriorando. Além disso, um problema cerebral afeta também a sua visa, e segundo ela, o telefone é quem ajuda ela na adaptação.

Lewis ainda conta com óculos inteligentes, que utilizam uma câmera do próprio celular para contribuir com a visão. Ela ainda ressaltou que quando precisa, usa um aplicativo que a conecta com uma pessoa que tem boa visão, para prestar qualquer auxilio que desejar.

A estudante ainda explicou que o celular também é utilizado para as viagens de ônibus, assegurando que está realmente indo para o seu destino correto.

Em Adelaide, na Austrália, Ellen Fraser-Barbour é mais uma deficiente visual que sofre no dia a dia, inclusive sendo acusada de fingir a sua deficiência para ter privilégios.

Ela ainda ressaltou que antes da tecnologia implantada nos Smartphones, ela fácil de perder, pois ela também é surda. Mas, com a chegadas dos telefones celulares inteligentes, hoje ela consegue saber onde está e até mesmo acompanhar pelo mapa.

Add Comment