Consulta do Cadastro Minha Casa Minha Vida 2019 – Saiba como

O Governo Federal do Brasil tem diversos programas de inclusão para os cidadãos e um dos mais famosos e de maior sucesso é o “Minha Casa Minha Vida”, que busca ajudar para que as pessoas possam realizar o sonho da casa própria.

Alguns benefícios estão disponíveis no Minha Casa Minha Vida. Com o programa, o cidadão pode adquirir um subsidio para a entrada do seu financiamento; pagar parte do seu imóvel; reduzir os juros; diminuir parcelas e muito mais.

Por isso, a busca pelo cadastro no programa é grande. Mas, muita gente não sabe como consultar o cadastro para saber se foi beneficiado ou não. Descubra mais sobre isso.

Minha Casa Minha Vida – como financiar

Se o cidadão atender a todos os requisitos basta pegar a sua documentação e ir até uma construtora ou diretamente nas agências da Caixa Econômica Federal, onde irá receber as orientações devidas para a elaboração do contrato.

Vale mencionar que ainda existe algumas categorias de acordo com a renda.

PROPAGANDA

Se receber de R$ 1,8 mil a 4 mil, o programa Minha Casa Minha Vida pagará parte de um imóvel, com uma entrada de até R$ 25 mil. Se receber de 4 a 7 mil, poderá usar o valor total do seguro como um desconto no financiamento, com taxas menores.

Assim sendo, independente do motivo ou do benefício, para se cadastrar no Minha Casa Minha Vida é preciso buscar auxilio no banco ou diretamente nas construtoras que aceitam essa modalidade de pagamento.

Documentos necessários

O cidadão precisará de alguns documentos para dar entrada no programa, sendo o seu CPF, RG, comprovante de renda e de endereço, a certidão de nascimento ou de casamento e a sua carteira de trabalho.

Para o programa Minha Casa Minha Vida, os valores dos imóveis variam de cada região do país, dependendo do número de habitantes. Para locais com mais de 20 mil, está disponível o valor de R$ 90 mil.

As regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro e também no Distrito Federal podem usufruir de até R$ 225 mil. O restante do país é liberado até R$ 180 mil para financiar o imóvel.

Consultar o cadastro

Para poder utilizar o programa, o cidadão precisa receber uma renda mensal que parte de R$ 1,8 mil e vai até R$ 7 mil. Com isso, basta procurar  uma construtora ou ir até uma das agências da Caixa Econômica Federal.

Após isso, o banco fará uma análise de risco de crédito e de informações. E aqui é que entra a questão da consulta do cadastro. Será que o cliente foi aprovado pelo banco, há restrições, negativação?

O jeito certo para ter essas informações é falando diretamente com o com o vendedor, seja ele da construtora ou da própria Caixa.

Agora, existem algumas dicas para quem quer ser aprovado no pedido de financiamento da casa própria, por exemplo: ter imóveis em seu nome pode tornar o pedido invalido assim como já ter recebido outro benefícios de programas habitacionais.

PROPAGANDA