Como solicitar o cartão pré-pago do Bradesco?

Se você quer melhorar o orçamento de casa, uma boa dica é o Cartão Pré-Pago Bradesco DIN. Com ele, fica muito mais fácil entender as contas e se dar bem com elas, sem muito esforço.

Vamos conhecer um pouquinho mais sobre ele agora, inclusive, considere as simplicidades que ele tem na hora oferecer ao cliente a opção de solicitar o cartão online, por exemplo. E tem mais… Confira!

Vantagens

Com o Cartão Pré-Pago Bradesco DIN você pode comprar em milhões de lojas físicas e online, nacionais e internacionais também.

Depois, dá para fazer carga/recarga em toda a rede Bradesco Expresso; sacar em dinheiro em toda a rede Bradesco Expresso, nas máquinas de Autoatendimento Bradesco ou Banco 24H.

Oura coisa é sobre fazer transferências entre cartões Pré-Pago Bradesco DIN e controlar os gastos por meio do Portal ou pelo aplicativo – essa, inclusive, é uma grande facilidade e praticidade do cartão.

Você resolve tudo o que precisar por meio do celular ou de um computador. Você tem acesso a todos esses benefícios sem fatura para pagar no final do mês.

Pré-pago

O nome do cartão já diz que ele é pré-pago, mas deve ser usado como se fosse um cartão de crédito comum.

Uma das diferenças é que as transações são debitadas automaticamente do saldo do cartão. Não dá para parcelar as compras, pois elas caem na hora que são feitas.

Para recarregar é só inserir créditos por meio da emissão de boletos bancários ou via internet banking do Banco Bradesco, caso seja correntista.

Se o cartão ficar inativo por seis meses, sem realizar qualquer transação ou movimentação e sem ter crédito, ele será cancelado automaticamente.

O Bradesco acredita que o DIN terá “finalidades como cartão mesada, cartão presente, pagamento de terceiros e com empresas parceiras”.

Como fazer?   

Para conseguir o seu é bem tranquilo.

Basta acessar o site e fazer a sua solicitação. Você pode solicitá-lo também através do aplicativo para iOS e Android.

Você vai modernizar o jeito de usar seu dinheiro.

O melhor de tudo isso é que não é necessário comprovar a renda, não tem avaliação de crédito nem risco de dívida. Quer mais do que isso?

O processo de cadastro é assim: você faz o Primeiro Acesso, coloca todos os seus dados sem esquecer de nada (nome, CPF, endereço, renda mensal) e depois escolhe uma das opções disponíveis.

Pode ser a bandeira ELO ou Visa. Cada um oferece um benefício diferente.

Está tudo relacionado em uma lista no aplicativo e também no site. Feito isso você paga um boleto de R$ 10, que é como se fosse o valor da tarifa de emissão, aí é só esperar o cartão chegar ao seu endereço.

As taxas

Entre as principais tarifas do cartão, estão essas que tem respeito com a Emissão do cartão: R$ 10, o fato de emitir de novo o cartão: R$ 20, o uso para Saque nacional: R$ 1,90 e também o saque internacional: R$ 20.

Aí, tem ainda a TED para Bradesco e outros bancos: R$ 5 e a manutenção de cartão: R$ 2,99.

Dá para dizer que o DIN e a solução perfeita para quem não consegue pedir cartão de crédito por conta de restrições nos órgãos de proteção ao crédito (como o Serasa, por exemplo) ou por ter dificuldade de comprovar renda.