Como espantar o cansaço? Segredo é bem mais simples do que você imagina…

Especialistas afirmam que dormir bem carrega um monte de benefícios. Um dos principais é o combate ao estresse. Essa “doença” atinge milhares de brasileiros e está por trás da nossa falta de paciência, implica na nossa disposição, altera a nossa vontade de ter foco nos objetivos e por aí vai.

Nessa hora a gente faz de tudo para tentar reverter a situação: compra livros de autoajuda, faz dietas milagrosas que prometem melhorar nosso ânimo e, consequentemente, emagrecer, e por aí vai…

Mas a solução mais simples e barata para acabar com o nervosismo com certeza é: dormir mais e melhor. Entenda os motivos!

Dormir mais é o segredo!

Muitas pessoas acham que dormir significa somente para relaxar a mente e descansar o corpo, no entanto, é bem mais que isso.

A primeira fase do sono e conhecida como NREM e lembra um pouco isso sim. Depois de completada vem a mudança. É a vez do REM (Rapid Eye Movement). Esse momento do nosso sono é caracterizado pelos movimentos rápidos dos olhos e sonhos.

O nível de atividade mental é muito parecido com o que temos quando estamos acordados.

Pesquisas…

A bióloga Francieli Ruiz diz que o sono NREM está relacionado com a liberação de hormônios e com a integridade do sistema imunológico.

Ele também ajuda o organismo a estabelecer seu equilíbrio, auxilia na formação da memória declarativa. Já o REM promove a consolidação de memória motoras e afetivas e favorece bastante a criatividade.

Um jeito de começar a relaxar e tentar alcançar esse tão esperado sonho é desligar os eletrônicos um pouco antes de dormir e abrir mão da televisão à noite para que a atividade no nosso cérebro diminua. Tem outros passos que podemos seguir para tentar chegar nesse sono.

Quanto tempo dormir?

O primeiro ponto é entender quantas horas você necessita dormir.

O ciclo de sono inteiro, que envolve essas duas fases, dura de 90 a 110 minutos. Nós temos de quatro a seis ciclos durante uma noite de sono.

Os episódios do sono REM crescem aos poucos do primeiro ao último ciclo e podem durar até uma hora no fim da madrugada. Vem daí a sensação de que sonhamos mais na segunda metade da noite.

E aquelas pessoas que acordam muito mais cedo do que deveriam perdem uma quantidade considerável de sono REM.

Francieli diz que cada um, segundo a idade, sexo e fatores genéticos, precisa de um número de horas para completar todos os ciclos. A maioria das pessoas precisa de sete a oito horas, como já mostraram alguns estudos.

Dormir antes das 22 horas?

Muita gente acha praticamente impossível deitar antes das dez horas da noite, mas quanto maior o estímulo luminoso, menor a produção de melatonina. Esse hormônio é importante demais para o nosso sono.

Então, o ideal é começar a se desligar de seriados, televisão e celular bem antes de dormir.

A pressão arterial e a temperatura devem estar mais baixas também para que a gente consiga pegar no sono.

Isso, infelizmente, não acontece se você está preocupado em mandar uma mensagem ou ainda não fez a digestão do jantar. Não coma demais antes de dormir. Evite alimentos gordurosos, quentes e álcool.

Ah, para não ficar preocupado, uma dica é dormir ao lado de um bloco de anotações. Assim você escreve tudo o que precisa fazer e tenta dormir numa boa.

E o cochilo?

Cochilar também pode ser uma boa para salvar o dia. Os cochilos são poderosos para o desempenho da memória e do aprendizado.

Uma pesquisa conduzida pela neurocientista Sidarta Ribeiro e seus colegas do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, revelou que sonecas de trinta e sessenta minutos depois de uma aula com conteúdo novo levaram alunos de 10 anos a guardar 10% mais informações que o resto dos colegas.

Mas, atenção: dormir mais que 60 minutos e depois das 3 da tarde não é bom. Há chances de você acordar “grogue” e de comprometer o seu sono da noite.

Lembre-se: cama é feita para dormir

Usá-la para outras coisas atrapalha o sono. O cérebro precisa entender que se você está ali é para adormecer.

A dica é: se você estiver com insônia, saia da cama e faça alguma outra atividade que ajude você a dormir. Que tal escutar uma música relaxante?