Certificação sobre segurança de criptografia para a USB-C é criada

O USB tipo C serve tanto para celulares, pen drives, notebooks como para laptops. Ele conta com mais velocidade para a transferência de arquivos, além de ter uma porta menor, o que facilita a vida do usuário de tecnologias.

A voltagem também é um diferencial, já que os modelos anteriores contam com um carregamento de 5 volts, enquanto o tipo C utiliza até 12 volts em celulares e chega a 100 volts de alimentação no carregamento de notebooks.

Certificação sobre segurança de criptografia para a USB-C é criada

Diversos aparelhos contam com esse novo padrão de entrada, entre eles, os smartphones Lumia, Nexus, e até mesmo os MacBooks. A notícia agora é sobre a certificação de criptografia desse USB-C.

A notícia

Recentemente, a USB-IF (Imprementers Forum) revelou que está colocando em ação um novo programa de autenticação justamente para as portas USB do tipo C.

Com a novidade, os dispositivos, que são capazes de utilizar a tecnologia, irá ganhar um certificado de segurança a mais.

Esse Programa de Autenticação visa padronizar e trazer mais segurança através dos métodos criptografados, que são aceitos internacionalmente, como por exemplo, o gerador de números aleatórios e o certificado digital.

Com a novidade, os aparelhos ficam aptos a ter um melhor funcionamento USB-C e assim garante a sua transferência criptografada com até 128 bits.

O que muda com isso?

Com a certificação sobre segurança de criptografia para a USB-C, o usuário irá garantir a privação dos seus arquivos, além de o funcionamento perfeito do seu dispositivo.

Isso evita curtos circuitos, por exemplo, o que pode ocasionar incêndios.

Com isso, todas as transferências de dados através do USB-C estarão protegidas, evitando que hackers roubem os seus arquivos e tenham acesso a suas senhas, além de evitar incêndios.

As empresas são obrigadas?

A empresa DigCert ficará responsável por todo o gerenciamento desse novo processo, além de também emitir os certificados para as empresas que produzem tais tecnologias.

Vale ressaltar que essa nova certificação não é obrigatória, mas as empresas que se interessarem devem procurar a DigCert quando optarem por essa medida de segurança que pode beneficiar os clientes – além de garantir qualidade aos produtos.

Apenas para lembrar, sem a segurança devida, a porta USB poderá colocar a sua “vida digital” em risco pelo fato de que pode ser uma porta de entrada para os hackers em seu dispositivo.

Uma vez dentro do seu smartphone ou notebook, por exemplo, o hacker pode ter acesso a tudo, desde as suas fotos, mensagens e até mesmo as suas senhas.

O que é a criptografia?

Criptografia é uma técnica para que a comunicação em meios seja mais segura, impedindo a existência de terceiros em uma conversa online para que os mesmos não leiam suas mensagens privadas, por exemplo.

Ela é famosa em operações militares e políticas, sendo codificada de uma maneira que impeça a compreensão da mesma até mesmo se fizerem conversões.

Até mesmo o WhatsApp, uma das redes sociais mais usadas no mundo, utiliza atualmente um sistema de criptografia de ponta a ponta, contando com o sistema Open Whisper Systems, sendo um aplicativo de segurança.