Autoimagem e clima de festas podem gerar depressão de verão

É possível que você ainda não tenha ouvido falar sobre a depressão de verão, mas acredite: essa é uma doença que existe exatamente nessa época do ano, que é forte especialmente entre dezembro e janeiro.

O que é a depressão de verão? É ocasionada por um clima festivo onde todo mundo parece ter alegria de viver… Mas, nem todos. Tem gente que não se enquadra nesse padrão e pode sofrer muito com isso. Entenda.

Autoimagem e clima de festas podem gerar depressão de verão

O que é a depressão de verão

Esse é um tipo de depressão que é resultado em uma desordem afetiva sazonal, isto é, pode surgir de múltiplos fatores que tem a ver com a autoimagem que uma pessoa faz dela própria.

É mais fácil entender do que parece: muitas pessoas ficam insatisfeitas com o próprio corpo e quando há momentos de exposições sociais, como no verão que é mais constante, essas pessoas sofrem um tipo de depressão.

Para isso, basta observar que é no verão que as praias ficam mais cheias e as piscinas também, onde a exposição do corpo é algo natural para algumas pessoas, mas pode causar isolamento social de outras.

Festas

Outra observação que tem sido apresentada em estudos é que essa autoimagem também é resultado da exposição em festas, onde existe a obrigação imposta pela sociedade de a pessoa estar feliz.

Essa obrigação que a pessoa sente é que causa a infelicidade, já que torna-se um fator de estresse para ela e abala, até mesmo, a autocobrança.

Ainda que não exista explicações para a doença, acredita-se que nem sempre a pessoa conseguiu conquistar tudo que queria ao longo do ano e isso pode soar como uma espécie de incapacidade e baixo astral.

Sinais da depressão de verão

A depressão de verão, também chamada de depressão sazonal de verão, ainda é pouco conhecida em todo o mundo. Só que há estudos que já indicam que as mulheres que tem mais de 30 anos são as que mais sofrem com ela.

Os principais sintomas apresentados por elas são: tristeza, desprazer com a vida, angustia, ansiedade, baixa autoestima e também a culpa.

E os sintomas também surgem na parte física, com alterações do sono e do apetite, diminuição da libido e aumento de sintomas e dores em várias regiões do corpo, como nas juntas e nas costas.

Por fim, considere ainda como sintoma da depressão de verão, a falta de concentração, de velocidade em executar tarifas e de raciocinar.

Tratamento da depressão de verão

Quando há sinais que indicam que pode haver a depressão de verão, o mais recomendável é buscar opções de tratamento com remédios, mas isso só deve ser feito com prescrição e orientação médica.

Mesmo porque as terapias sem uso de medicamentos também são alternativas que muitas vezes se tornam mais eficientes, tais como a acupuntura e a meditação.

De um modo geral, o tratamento é feito a partir do reconhecimento do estresse, que resultam em recaídas. O autoconhecimento é uma forma de encontrar ajuda para o tratamento da doença, que pode ser eficiente e duradouro.