Apple culpa China, dólar e bateria por vendas fracas de iPhones

A Apple é uma das marcas mais valorizadas de todo o mundo, sendo um símbolo de sucesso. Porém, a empresa anunciou que o 1º semestre de 2019 deverá ter queda considerável nos seus lucros e vendas.

Inicialmente, a expectativa da empresa era de lucrar pelo menos 89 bilhões de dólares, mas com a queda, lucrará em média 84 bilhões de dólares. É fato que o valor já é grande, mas temos uma perca de 5 bilhões de dólares, considerável.

A China

Um dos grandes culpados dessa queda é a China, segundo a empresa. Com uma economia desacelerada, contando com baixos níveis de crescimento nos últimos 25 anos, o país prejudicou o setor comercial dos EUA.

Mas, isso também tem a ver com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que aumentou o valor dos impostos de seus produtos para os chineses.

Tim Cook, CEO da Apple, concedeu entrevista à CNBC, onde falou sobre esse assunto. Segundo ele, se olharmos os resultados da Apple, veremos um déficit de 100% no iPhone, principalmente se formos analisar na China.

Ele ainda ressaltou que a economia se desacelerou e a tensão econômica entre China e EUA ajudou ainda mais o ocorrido.

O Dólar

Tim Cook ainda criticou o aumento do preço do dólar forte, fato que fez os aparelhos ficarem mais caros, além do programa de substituição de bateria que ocorreu em 2018, reduzindo o valor em R$ 300.

Segundo os especialistas da Apple, um número menor de compradores irá adquirir iPhone neste ano e, com isso, a empresa deve buscar novos mercados e outros focos de crescimentos, como por exemplo, as assinaturas da Apple Music.

Segundo o CEO, a Apple ainda deverá trazer novidades ao público. “Não podemos mudar as condições macroeconômicas, mas estamos empreendendo e acelerando outras iniciativas para melhorar nossos resultados”.

“Uma dessas iniciativas é simplificar a troca de celulares em nossas lojas, financiar compras a prazo e oferecer ajuda para transferir dados do atual para o novo aparelho”, disse Tim Cook, CEO da empresa Apple.

A Apple

A Apple é uma empresa multinacional norte-americana e sua sede fica em Cupertino, na Califórnia, nos Estados Unidos. Os seus fundadores foram Steve Jobs, Steve Wozniak, Ronald Wayne, e os seus principais produtos são iPhone, Apple Watch, iPad, Macintosh, iPod, macOS, iOS.

A empresa conta com 42 anos de atuação, sendo fundada em 1 de abril de 1976. Atualmente, são 453 lojas em 16 países diferentes, com mais de 80 mil empregados, sendo estes os últimos números divulgados, em 2015.

O seu valor de mercado está estimado em 1 trilhão de dólares e a sua receita é na casa dos 182,795 bilhões de dólares.

A empresa também é famosa por pagar aos seus empregados que trabalham diretamente nas lojas Apple Store acima do valor de varejo. Dos seus funcionários, cerca de 30 mil atuam nessas condições, além de receber incentivos para academias, planos de saúde e descontos em produtos da empresa.