50% dos cidadãos americanos que acham que tem alergia alimentar estão errados

Os Estados Unidos são um país de primeiro mundo, sendo o sonho de consumo (de viagem, de moradia, de visita, de intercâmbio) de muitas pessoas brasileiras, principalmente aqueles que têm objetivos americanos.

Porém, um fato curioso é que diversas pessoas no país acreditam que sofrem de algum tipo de alergia alimentar, mas metade dessas pessoas na verdade não tem nada, conforme alguns estudos que foram feitos.

Por exemplo, um estudo publicado pelo jornal americano JAMA Network revelou que apenas 10% dos adultos norte-americanos tem algum tipo de alergia alimentar e 9% da população acredita ter algo relacionado, mas não tem.

Para a pesquisa que foi, o jornal falou com mais de 40 mil pessoas norte-americanas e segundo Ruchi Gupta, médico e professor de pediatria na Universidade de Nortewestern, as pessoas acham que tem algum tipo de problema por sentir algum sintoma similar, mas não tem nenhum tipo de intolerância ou algo relacionado aos alimentos.

O que é a alergia alimentar?

A alergia alimentar é uma doença que não é rara, sendo uma reação adversa a algum alimento determinado, sempre envolvendo o sistema imunológico da pessoa.

Qualquer reação que seja indesejável após o consumo de algum alimento, como por exemplo, vômitos, diarreia e febre, deverá ser estudado, passando pelo médico para o encaminhamento a exames específicos.

Em muitos casos, sim, pode ser alergia alimentar.

Vale lembrar que qualquer tipo de alimento pode desencadear em uma reação alérgica, pois é algo muito pessoal e depende de cada organismo, porém, alguns são mais frequentes, como peixe, trigo, ovo, soja e o leite de vaca.

A explicação é que eles são alimentos considerados mais sensibilizados.

Para saber se tem algum tipo de alergia alimentar, pode-se fazer um teste alérgico, que é um método de diagnóstico indolor e bem tranquilo.

Ele deve sempre ser realizado por um médico especialista da área e após o seu resultado, o médico saberá se tem algum tipo de alergia e se tem, quais os alimentos que estão causando a alergia.

Mas como vou saber se tenho alergia alimentar?

O especialista do estudo ressalta que se a pessoa tem algum tipo de suspeita, deve sempre procurar uma ajuda médica, pois exames mais específicos devem ser feitos para que então possa ter um diagnóstico detalhado.

Ainda segundo Gupta, caso for confirmada uma alergia, a pessoa deve procurar sempre entender o manejamento, saber se é algo mais crítico, reconhecer todos os sintomas e saber quando utilizar a medicação corretamente.

Falando do nosso país, o Brasil, não existem dados profundos que detalham um número ou porcentagem da população com alergia alimentar, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai).

Segundo essas instituições, essa doença é considerada uma consequência a uma resposta imunológica, que normalmente ocorre após a ingestão ou contato com algum alimento.

Para ser considerado um portador de alergia ou intolerância a algum alimento, a pessoa tem que apresentar sintomas padrão, que são típicos de respostas imunológicas.