10 dúvidas comuns sobre o uso do protetor solar

Com as temperaturas cada vez mais altas e a chegada do verão, nada melhor do que pegar uma praia, refrescar com o banho de mar e por que não, tomar um sol na piscina do condomínio?

Porém, se expor ao sol requer cuidados com a saúde e temos que ter muita atenção a tudo isso. Por isso, separamos 13 dicas que podem te ajudar muito no momento de duvidas referente aos protetores solares.

10 dúvidas comuns sobre o uso do protetor solar

1 – Usar protetores solar diferentes no rosto e no corpo?

O fato é que o mesmo protetor solar pode ser utilizado no corpo e pode ser usado tranquilamente no rosto, sem problema algum.

Porém, se quiser, pode sim optar por uma fórmula diferente com mais proteção ao rosto, inclusive, existem fórmulas bem desenvolvidas para isso aqui no Brasil.

Um fato que pode fazer com que as pessoas prefiram protetores diferentes para o rosto é de que se utilizar o mesmo do corpo, pode ocasionar no aparecimento de acnes, por exemplo.

2 – Usar protetor com o tempo nublado?

Com certeza, isso é necessário, especialmente em dias muitos quentes – mesmo que não vejamos o sol.

Devemos sempre utilizar protetor solar até mesmo com o tempo nublado, pois mesmo nesse período, 60% da radiação atravessa as nuvens e, com isso, atinge diretamente a nossa pele.

3 – Usar protetor com a pele molhada?

Não é aconselhável, na verdade. E isso tem explicação: pois passar o protetor com a pele molhada pode diminuir a eficácia do produto.

Portanto, é aconselhável que seque o corpo e o rosto antes de passar o protetor. Agora, vale a dica para os produtos que permitem isso, ainda que sejam opções mais caras no mercado.

4 – Os protetores solares protegem dos raios UVB e UVA?

Os protetores solares comuns, que são do FPS, protegem contra os raios UVB, que servem para uma sensação instantânea diante da vermelhidão e das queimaduras.

Já sobre os raios UVA, depende de cada protetor, portanto deve ter atenção ao que diz na embalagem de cada marca. Há casos que sim, eles protegem de ambos os raios UVB e UVA.

5 – Temos mais proteção em produtos de cores?

Sim, pelo fato de toda defesa química, os protetores que contam com pigmentos têm uma barreira física maior sobre a pele, protegendo mais diante dos raios Uva e UVB.

6 – Só devemos passar protetor se ficar muito no sol?

Não. Devemos passar sempre que vamos ter o corpo exposto ao sol, não importa se for por pouco tempo, pois o efeito do sol é acumulativo.

7 – Crianças e bebês podem usar protetor?

Não só podem como devem utilizar os protetores solar, sendo que estamos falando sobre proteger a pele das pessoas. A partir dos 6 meses todos devem utilizar o método contra a radiação.

8 – Qual a quantidade de protetor devemos utilizar?

A quantidade varia com a altura e peso da pessoa. Uma boa dica é usar uma colher de chá para o rosto e pescoço, outra para a frente do corpo, uma para as costas, uma para os braços e outra para as pernas.

Quanto ao tempo de passar o protetor, o ideal é que seja feito 30 minutos antes de ficar exposto ao nosso astro.

9 – Devemos fazer a reaplicação?

Sim. A cada 2 horas devemos reaplicar o protetor solar para que mantenha o efeito.

10 – Areia e água pode refletir os raios?

Sim, tanto a areia como a água e até a neve e o concreto refletem a radiação do sol e, com isso, potencializa a ação. O resultado é que não é só na praia que se deve passar o protetor, nas ruas das cidades também.