Verdadeiro Foco

Diariamente somos “bombardeados” com conceitos, pensamentos e atitudes individualistas e extremamente pessimistas. Seja o programa de tv que exibe “as faces da decadência da sociedade”, o noticiário que diz “mais um assalto”, o padrão de estética que oprime mais da metade da população que não se encaixa neste padrão ou mesmo a publicidade que ostenta que felicidade é ter tal produto do momento.

As informações estão aí a todo tempo (e sempre estarão), e cabe a você determinar o que irá ser o seu “alimento” de hoje. E não só o que ouvir, o que irá ler, mas também o que tem valor, quais atitudes também terá, caso for se espelhar em alguém ou ainda formular uma identidade própria, com um pensamento único diante e apesar do que o é apresentado diariamente.

Estar informado sobre o que está acontecendo é útil para o ambiente de relacionamentos, para o estudo, o trabalho. Outra coisa é você ir absorvendo essa conduta como uma grande esponja e então, desenvolver pensamentos e ações conectadas com o individualismo, querendo vencer a qualquer preço e aderindo aos conceitos melancólicos da sociedade a todo tempo, sem ao menos perceber.

Não sou contra a mídia atual, a imprensa ou mesmo a publicidade em geral. A comunicação está implícita em minha pele. Sou amante da arte de comunicar. O que acho viável a se fazer é filtrar as informações, as palavras e educar a si mesmo para saber discernir o que nos é proveitoso e o que é inútil. E sermos sempre donos de nossas escolhas, não aceitando o papel de coadjuvante em nossa vida.

Deus o criou como ser único justamente para pensar, agir e viver de maneira única. É hora de dizer “chega” a quem quer que seja ou à qualquer força que lhe imprima ações e pensamentos. Estar inserido a um grupo, uma religião, empresa, partido, não significa estar limitado ou condicionado a SER de determinado modo. Não entraremos em questões antropológicas, porém é necessário entender que mesmo unidos, conseguimos permanecer heterogêneos.

Viver em sociedade é somar, multiplicar, agregar valores, perceber opiniões diferentes, aprender com o outro, formar o bem coletivo. Mas sabemos que muitas vezes não é  o que acontece. Independente disso, sempre é possível buscarmos mudar de atitude. Podemos começar a agora mesmo a ser mais solidários e pensar em como contribuir ao bem comum. Podemos pensar nas situações simples e alterando a forma de pensar, identificaremos inúmeras oportunidades de agirmos de maneira mais fraterna, plantando boas sementes, vibrando com a felicidade do próximo, preferindo à amizade do que a antipatia, escolhendo viver boas experiências do que lamentações.

A cada reclamação que fazemos, adivinha o que recebemos de volta? Um sentimento de inutilidade, um ambiente de frustração e ainda mais reclamações. Ao contrário, se começamos a nos colocar em um sentimento de profunda gratidão pelo que somos e temos no momento, uma emoção verdadeira, agradecendo pela própria vida, recebemos ao nosso redor uma vibração positiva, boas notícias, ainda mais motivos para nos alegrarmos.

Acredito que cada um ocupo no mundo exatamente o lugar ao qual se coloca. Tudo depende da maneira que você se apresenta ao mundo. Se você que trabalha com vendas, apresenta um produto todo empolgado, evidenciando suas qualidades, sendo transparente, você acaba emocionando, transmite uma alegria tão grande, que o comprador vai adquirir o produto associando ao seu comportamento e não necessariamente porque precisa dele. Mais você conseguiu, atingiu o seu objetivo. Se você é um vendedor preguiçoso que no primeiro não fica desmotivado e já apresenta o produto sem intensão necessariamente de vende-lo, transmite um descaso total, seu rosto expressa cansaço, certamente poucas ou nenhuma venda fará.

Nós somos assim. Se ao acordarmos pela manhã, colocarmos um sorriso largo no rosto, agradecermos pelo dom da vida e todas as maravilhas que recebemos, seja poder enxergar, ouvir, respirar, por exemplo, e nos colocamos como vencedor, acreditando na realização de nossos objetivos, se portando no mundo como grande vitorioso por superar desafios, é mesmo isso que você o é.

Há colegas que simplesmente ainda não encontraram um bom motivo para estar aqui. E já acordam reclamando, tristes por trabalharem onde trabalham, não estão satisfeitos com o próprio corpo, com as roupas, culpam os pais ou as vezes o companheiro pela infelicidade, normalmente são emburrados, não percebem a beleza em nada. Nunca elogiam ninguém, criticam a todo tempo o clima, o chefe, a si mesmo. Na verdade, são pessoas que não conseguem receber um elogio. Você deve conhecer alguém assim. E existem duas maneiras de se conviver com elas: Ou você se reveste com a sua força interior, vá protegido com o seu otimismo e sua alegria, não se permitindo ser contagiado por ela ou simplesmente evite o convívio.

Você pode demonstrar toda a alegria que existe dentro de você! E independente de querer mostrar à alguém, é isso mesmo que deve fazer. Percebemos que existem pessoas que contagiam o ambiente, quando chegam alegram os demais. Elas decidiram ser assim. Elas encontram a solução onde outros detectam os problemas. Enxergam beleza onde o pessimista destaca as imperfeições. E essas são pessoas que todos querem ter por perto. Em qualquer ambiente ela é bem vinda. Principalmente nas empresas atuais que buscam profissionais e pessoas diferenciadas. São pessoas que sabem teu nome, que percebem seu corte de cabelo, que se lembram do teu aniversário. E elas fazem isso sem nenhum esforço. Decidiram viver intensamente, decidiram enxergar ao invés de só olhar. Decidiram agradecer ao invés de lamentar, sorrir ao chorar, viver a subsistir.

Não estou dizendo para isolar ninguém e tão pouco despreza-la. Lembre-se que agindo assim, você estará tendo a mesma atitude vergonhosa. O fato é que para qualquer caso e situação, é melhor você se afastar daquilo que te faz mal, estar longe do que o desagrada. Essas pessoas precisam de “injeções” de ânimo, de amor próprio, de conhecer o Deus maravilhoso que você conhece.

Não sei em qual situação você se encontra hoje, mais certamente caso esteja deprimido, cabisbaixo, desacreditado na vida, é hora de pensar que existe sim outra possibilidade. Aliás, você tem diariamente um mundo inteiro de possibilidades. Aproveite-as! Se alimente de palavras e imagens boas. Veja quantas e como as pessoas podem sim ser felizes. E saiba que você também pode. Tenha foco ao que você quer e caminhe! Mude de atitude hoje! Quer se sentir melhor? Vá fazer algo que te emocione! Tire o dia para fazer exatamente o que te deixa feliz, seja dar um abraço na sua família, comer a sobremesa a qual tem se privado, estar em contato com a natureza, conversar com um velho amigo, assistir uma comédia no cinema … permita-se!  Caso queira uma indicação de livros fantásticos com histórias de superação, milagres, alegria, leia a Bíblia, seja qual for a sua religião, uma coisa concordamos: é um livro fantástico e lhe fará muito bem.

Contudo, observamos pessoas vivendo o desperdício de tempo ao realizar atividades que a aborrece, cultivando relações descartáveis, agindo por impulso constantemente e acostumando com as situações desagradáveis. As pessoas iniciam relacionamentos pensando no divórcio, compram produtos imaginando as trocas, adquirem coisas planejando a substituição, alcançam cargos já pensando em exterminar os superiores. É o jogo do “ganha e perde” que você deve conhecer, saber que existe, mas se deseja ter sucesso em quaisquer âmbitos e viver realmente feliz, deve ficar bem longe dele.

O que é seu, você receberá. O que você quer,  você pode perfeitamente alcançar sem associar ao seu sonho, o fracasso de alguém. Algumas pessoas idolatram a teoria da prosperidade como caminho para a sua ascensão a qualquer custo. Pensar assim é atrair ainda mais situações negativas, é multiplicar a infelicidade. Quanto desperdício! Quanta desvalorização dos princípios básicos da sociedade!

Estar politicamente correto é a certeza de que você enfrentará ainda menos tribulações. Não no sentido de que quem é “bonzinho” alcança a prosperidade e quem é “vilão” ficará na pobreza. Não cultive este pensamento. Prefira acreditar que realmente colhemos o que plantamos e sua situação pode ser mudada a qualquer instante, desde que você queira. Se você pode gastar sua energia para atingir um objetivo, se profissionalizar, estudar um idioma, desenvolver habilidades, para quê gastar seu tempo e mesmo energia tramando o insucesso do outro ou apontando o ponto fraco de alguém? Acaso é isso que quer receber do universo? Se da tua tv você pode visualizar grandes paisagens, histórias felizes, para que escolher assistir justamente o que o faz sentir mal ou inútil? Se você pode ajudar a alguém, para quê utilizar seu tempo livre para “jogá-lo” no buraco? São questões discutidas desde os primórdios da sociedade. É bom ser bom. É melhor sorrir, é fundamental viver bem. E essas e tantas outras coisas, com o tempo você irá percebendo, se questionando… o que é essencial é que depois de traçar o seu objetivo, tenha foco! E jamais duvide de sua capacidade. Seja qual for a limitação que ousar pensar que tenha, acredite: Você é capaz!

Trecho do Livro motivacional: FONTE DE MILAGRES


Colunista
Escritora mineira, estudante de administração e empresária. É motivada por desafios e tem paixão por escrever.

Escreveu o livro "Fonte de Milagres":
Envie seu comentário

Por favor insira seu nome

Seu nome é requerido

Por favor insira seu email

Um email é requerido

Por favor entre uma mensagem

Customização por inflar.com Criação de Sites e design por WPShower. Política de Privacidade. Google+

Feito com WordPress.

Mais Conhecimento

Para Um Vida Melhor!

"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã." — Leonardo da Vinci
"Receber essas dicas é como fazer um curso gratuito de conhecimentos gerais! Obrigado!" — Nobre Leitor Dicazine