Profissão: qual seguir?

Essa é a pergunta mais difícil de se responder, principalmente quando se tem apenas 17 ou 18 anos. Dizem que profissão é pior que casamento, pois não há divórcio que resolva. Temos que ficar casados a vida toda!

Por isso, muitos testes vocacionais são feitos nessa fase da vida. É melhor escolher um curso com o qual se tenha afinidade, nunca ir pelo que os pais, familiares, amigos ou professores achem ser o melhor para você. Cada um tem suas opiniões e seus gostos, e além de tudo, a vida é sua!

Outro grande erro é escolher a profissão pelo dinheiro que ela pode render. Lembre-se que um profissional em qualquer área pode se dar bem, só dependerá do seu esforço e do seu amor pelo que fizer. Por outro lado, há profissionais que têm altos salários, mas estão infelizes por estarem fazendo o que não gostam. A felicidade proporcionada pela profissão é um ponto estratégico para escolher a sua verdadeira vocação.

Dúvidas sobre que profissão seguir são muito comuns

Dúvidas sobre que profissão seguir são muito comuns

 

Áreas de Conhecimento

Há três grandes áreas de conhecimento: Humanas, Exatas e Biológicas. Então, o primeiro a se fazer é descobrir qual dessas áreas é a melhor para você.

Se você é daqueles que não desgrudam dos livros, adoram filmes épicos, têm bons argumentos em discussões e adoram escrever cartas para amigos e parentes, sua área é a das Humanas.

Porém, se o seu negócio é querer saber qual é a altura do prédio no centro da cidade, a velocidade média que seu pai usou para chegar ao interior do estado, a distância da Terra à lua ou quantas casas tem o Pi depois da vírgula, com certeza você tem que ingressar em algum curso das Exatas.

Mas se o seu negócio é cuidar dos bichinhos, das plantas ou das pessoas, além de se preocupar muito com o meio ambiente, você deve ir para a área das Biológicas.

Ao decidir a grande área em que se encontra o seu curso, você já deu um grande passo para descobrir a sua carreira. Em seguida, você deve pesquisar sobre os diversos cursos que existem em cada área. Atualmente, muitas novas profissões foram abertas, graças à tecnologia e ao crescimento da indústria brasileira.

Para quem não vai cursar a universidade e pretende fazer um curso técnico, também é uma boa pedida, já que os técnicos estão em falta, apesar do salário ser menor que o de um graduado.

Agora que você já tem o canudo, é só seguir a sua profissão

A nossa personalidade deve combinar com a profissão escolhida

Profissões mais procuradas

Hoje em dia, os profissionais mais procurados pelos empregadores devem trabalhar nas áreas que mais crescem no país: a indústria petroleira, da construção civil e da tecnologia. Veja a lista:

  1. Engenheiro de Petróleo
  2. Engenheiro Ambiental
  3. Técnicos em Produção, Conservação e de Qualidade de Alimentos
  4. Ajudante de Obras Civis
  5. Analistas de Sistemas Computacionais
  6. Fabricante de Cerâmica Estrutural para Construção
  7. Técnicos de Produção de Indústrias Químicas, Petroquímicas e Refino de Petróleo, Gás e afins
  8. Técnicos em Fabricação de Produtos Plásticos e de Borracha
  9. Técnicos Florestais
  10. Técnicos em Manipulação Farmacêutica

 

Essa pesquisa foi realizada pela Federação das Indústrias do Rio em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa, com supervisão técnica da Fundação Getúlio Vargas.

 


Colunista
Equipe de redação da Revista Dicazine. Desde 2008 trazendo informação relevante e de qualidade, promoções divertidas e fáceis de participar. Assine gratuitamente e faça parte do seleto grupo!
Envie seu comentário

Por favor insira seu nome

Seu nome é requerido

Por favor insira seu email

Um email é requerido

Por favor entre uma mensagem

Customização por inflar.com Criação de Sites e design por WPShower. Política de Privacidade. Google+

Feito com WordPress.

Mais Conhecimento

Para Um Vida Melhor!

"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã." — Leonardo da Vinci
"Receber essas dicas é como fazer um curso gratuito de conhecimentos gerais! Obrigado!" — Nobre Leitor Dicazine