Os Famosos “PS” do Marketing

O Plano de Marketing envolve com sucesso os famosos quatro “ps”: produto, preço, praça e promoção. Identifica-se que no mercado atual as empresas devem ir além, inovar o tempo todo e sugere-se o uso de tantos outros “ps” durante uma campanha de marketing.

No marketing, as vantagens competitivas só serão de fato um ponto a favor se trabalhadas e exploradas estrategicamente. Do contrário, a instituição pode nem perceber seus pontos fortes em relação ao mercado e desperdiçar tempo e dinheiro em campanhas inviáveis.

Neste momento, usa-se o “p” de precisão que é identificado através de pesquisas, estudo de campo e conhecimento do segmento ao qual a empresa está inserida. Estar preparado para enfrentar os desafios é não somente conhecer seu produto e quadro de colaboradores. É também ter uma interpretação concisa dos concorrentes e das tendências de mercado.

A projeção é fundamental para nortear o uso das ferramentas do marketing e alterá-las quando for preciso durante a aplicação do planejamento institucional. Projetar é considerar os fatores internos e externos para a elaboração de um planejamento de marketing. É pensar em longo prazo, justificando cada ação, cada gasto, cada investimento, cada recurso.

O plano de marketing deve contemplar a pró-atividade da empresa, isso significa dizer que a organização deve se preocupar em estar à frente de seus concorrentes, pensando e investindo em inovação, por exemplo.

Ser uma empresa pró ativa é defender a política de lançamento de produtos originais, atendendo uma necessidade do mercado, ainda que recente. É investir financeiramente em pesquisas, projetos e protótipos.

O “p” de profundidade, deve ser levado em consideração para que o plano de marketing não seja uma ação subjetiva, com metas discordantes da capacidade e realidade da empresa. Um plano bem desenhado tem o intuito de enxergar os dados recolhidos nas pesquisas com maior criticidade e saber identificar os pós e contras das decisões a serem tomadas, priorizando a qualidade das informações e não necessariamente a quantidade. Pesquisas qualitativas, por exemplo, são mais significativas para alcançarmos resultados mais fidedignos.

Essas pesquisas citadas são realizadas com os clientes em potencial, com os colaboradores a fim de melhorar o comportamento interno e ainda com os recentes clientes com o objetivo de fidelizá-los.

Embora sabe-se que uma prestação de serviços nem sempre consegue agradar em 100%, a busca pela perfeição é que leva o serviço à excelência. O objetivo principal é manter a qualidade e o padrão de excelência a cada evento, cada festa.

A busca pela perfeição envolve planejamento e o olhar do gestor sob uma ótica crítica e exigente que contribui para que a mão de obra colaboradora seja melhorada e consequentemente, a boa publicidade acontece espontaneamente, levada e cliente a cliente.

download (1)

Conclui-se que o marketing é o pensamento da empresa sendo aplicado na prática. É a ferramenta para tornar o objetivo mais próximo. É uma tarefa que demanda tempo, recursos e confiabilidade em sua própria equipe para ser bem sucedido. Cada detalhe é importante e cada colaborador envolvido no processo deve estar alinhado à visão organizacional. Marketing é a maneira de dar vida e forma aos sonhos da empresa.

 


Colunista
Escritora mineira, estudante de administração e empresária. É motivada por desafios e tem paixão por escrever.

Escreveu o livro "Fonte de Milagres":
Envie seu comentário

Por favor insira seu nome

Seu nome é requerido

Por favor insira seu email

Um email é requerido

Por favor entre uma mensagem

Customização por inflar.com Criação de Sites e design por WPShower. Política de Privacidade. Google+

Feito com WordPress.

Mais Conhecimento

Para Um Vida Melhor!

"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã." — Leonardo da Vinci
"Receber essas dicas é como fazer um curso gratuito de conhecimentos gerais! Obrigado!" — Nobre Leitor Dicazine