O Novo Perfil Profissional do Professor

Como é fácil observar nos últimos anos as mudanças sociais e tecnológicas foram enormes. Mas pode-se dizer que essas não se comparam com as alterações exigidas do professor, visto que tais transformações nas instituições de ensino passaram a exigir um perfil profissional mais “antenado” com as estruturas que foram e estão sendo abaladas, graças a inúmeros dispositivos como, por exemplo, os computadores, os celulares e tabletes.

O Novo Perfil Profissional do Professor (Foto: Divulgação)

A atividade docente da decoreba e mesmice está sendo substituída, quase que obrigatoriamente para atender as alterações que atingiram, em cheio, não só a parte física das escolas (materiais em salas de aula), como também as suas disciplinas e suas concepções de aprendizagens. As construções do saber se alterou de forma sem precedentes na história da educação, o que passou a exigir um novo e moderno tipo de ensino.

Desse modo, um novo perfil de educador também vem sendo moldado para se colocar a serviço e em busca da melhoria na qualidade das instruções oferecidas as crianças, aos jovens e aos adultos. A época requer um professor de bem com a vida, humano, feliz e idealista. Além disso, ele deve ser capaz de se comprometer com valores como a ética, a moral, a sensibilidade, a cidadania, a solidariedade, a verdade, o respeito e o bom senso.

Esse profissional deve orientar a aprendizagem, estimular o saber, despertar a curiosidade e a vontade de aprender cada vez mais.

Para isso são incontáveis os recursos existentes que disponibilizam formas criativas para motivá-los e tornar os estudos ministrados muito mais interessantes. A televisão, o computador e a Internet são meios indispensáveis, aonde os conhecimentos podem chegar à sala de aula. Isso porque a realidade escolar une cada vez mais palavras e imagens, máquinas e seres humanos, real e virtual, comunicação presencial e em rede.

Para acompanhar essas mudanças, os professores devem se atualizar constantemente e assim, associar os recursos existentes ao ensino, sem deixarem de lado os desafios políticos, pedagógicos e sociais envolvidos nesse processo. Por isso, ao contrário do que se previa, os educadores são sim importantes e indispensáveis para que essas mudanças tragam melhorias na qualidade da educação oferecida. Portanto, esses devem exercer o seu trabalho cientes de suas responsabilidades como pesquisadores de suas próprias práticas, para um desenvolvimento que os habilitem a observarem, sentirem e entenderem o mundo, os seus alunos e a comunidade em toda a sua globalidade.


Colunista
Atua há vários anos como escritora (contos, crônicas e artigos). Trabalha atualmente também como consultora textual. Realiza palestras e cursos sobre Acessibilidade e Word Office, onde orienta como formatar trabalhos acadêmicos sem complicações. Elabora pesquisas para diversas disciplinas como Administração, Direito, Psicologia entre outras. Além disso, resenha e resume vários temas ou assuntos para as áreas de Pedagogia, Filosofia e Letras, que podem ser extraídos de fontes como, por exemplo, livros, revistas, artigos e filmes. Presta serviços de digitação a diferentes setores como educação, Internet e comércio.
1 comentário nesta dicaComente!
  1. Adorei o texto e concordo plenamente!!!!

Envie seu comentário

Por favor insira seu nome

Seu nome é requerido

Por favor insira seu email

Um email é requerido

Por favor entre uma mensagem

Customização por inflar.com Criação de Sites e design por WPShower. Política de Privacidade. Google+

Feito com WordPress.

Mais Conhecimento

Para Um Vida Melhor!

"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã." — Leonardo da Vinci
"Receber essas dicas é como fazer um curso gratuito de conhecimentos gerais! Obrigado!" — Nobre Leitor Dicazine