Entenda os termos usados pelos ambientalistas

Convenhamos, quando você lê uma reportagem sobre meio ambiente não é tudo que dá para entender. Todo texto vem recheado de termos que a gente ouviu na escola e outros que nem sabia que existia. É um tal de eco-alguma-coisa, bio-sei-lá-o-que, etc… são termos muito complicados. Pensando nisso, aí vão definições de alguns termos muito utilizados no vocabulário ambiental para você entender melhor as reportagens ambientais. (Ou não).

Biomanipulação: alteração da estrutura de um ecossistema através da implementação ou retirada de organismos vivos.

(é o mesmo que alterar um ecossistema, retirando ou incluindo dele organismos vivos. Trazer um filhote de elefante (que é um animal que vive em savanas) e fazer com que ele se adapte ao clima da floresta Amazônica, é um bom exemplo de biomanipulação.)

Chuva Ácida: formação de chuva contendo ácidos produzidos pelos gases enxofre e nitrogênio, ambos provenientes da poluição do ar. Quando esses gases são lançados na atmosfera se misturam com o vapor d’água presente no ar. Essa água é evaporada e volta a superfície como a chuva ácida, que danifica árvores e plantas.

(todos os ácidos que produzimos com a poluição do ar, podem se condensar e juntar com o vapor que forma as nuvens de chuva. Essa mistura de água e ácidos se transformam em chuva ácida e podem dizimar árvores e plantas)

Desenvolvimento sustentável: está relacionado a conservação e pressupõe uma gestão racional dos recursos naturais. Sustentabilidade é a conservação do meio ambiente, que já teve contato com o ser humano, para que se retirem os recursos necessários sem agredi-lo. Essa redução da agressão garantiria que as gerações futuras desfrutassem dos recursos naturais.

(é viver em harmonia com o meio ambiente. Retirar dele tudo que é necessário para a manutenção da vida, mas sem agredi-lo. É retirar água potável de um rio sem despejar esgoto nele.)

Efeito Estufa: pense em uma estufa de plantas. É mais ou menos assim que esse fenômeno acontece. Os gases do efeito estufa absorvem a radiação infravermelha, o calor, emitida na superfície da Terra. O processo permite uma temperatura amena ao Planeta para a existência de vida. Quando há um aumento dos gases na atmosfera, como o CO2, há mais absorção dos raios infravermelhos, causando um aumento de temperatura. Esse efeito é chamado de “efeito estufa exacerbado”.

(é como se vivêssemos em uma enorme redoma. Dentro dessa “bola de vidro” a presença dos raios do sol é constante. Lá dentro, os gases ao se misturarem com os raios infravermelhos fazem a temperatura aumentar. Um dia será praticamente impossível viver dentro deste “caldeirão”.)

Ecossistema: é o conjunto de plantas e animais capazes de conviver em uma área, formando uma comunidade biótica. Quando há interferências externas ao Ecossistema ocorre o Impacto Ambiental. Ou seja, quando, por exemplo, uma grande quantidade de lixo é despejada em um rio, o fato externo (lixo) gera uma mudança interna (poluição). Essa mudança acarreta o Impacto Ambiental.

(é o conjunto de plantas e animais que convivem em uma mesma área, formando uma espécie de comunidade. A floresta amazônica ou a cordilheira dos Andes são exemplos de ecossistemas.)

Impacto Ambiental: é o que qualquer interferência pode causar em um ecossistema. Se em uma floresta as cobras são todas mortas, a população de ratos pode aumentar consideravelmente, já que seu predador natural foi extinto.

Preservação Ambiental: é restrita e prevê a manutenção de um ambiente sem a presença humana. Seria um ambiente em que o ser humano não pudesse extrair nenhum tipo de recurso.

(é cuidar de um ambiente, não extraindo dele nenhum tipo de recurso. Deixando o local, praticamente intacto.)

Reciclagem: é o processo químico em que algum material se transforma em outro.

(sabe aquela garrafa de refrigerante da hora do almoço? Pois é, o plástico dela pode ser reutilizado para se fabricar uma infinidade de coisas, como vassouras, roupas, etc. Isso é reciclar.)

Reutilização: é o ato de reaproveitar materiais. Por exemplo: garrafas plásticas podem se transformar em objetos decorativos.

(já no caso de reutilização, o material que não serve mais pra nada pode se transformar, através das mãos de um habilidoso artesão, em inúmeros objetos de decoração. Muitos copos descartáveis usados juntos podem formar uma linda luminária).


Colunista
Equipe de redação da Revista Dicazine. Desde 2008 trazendo informação relevante e de qualidade, promoções divertidas e fáceis de participar. Assine gratuitamente e faça parte do seleto grupo!
Envie seu comentário

Por favor insira seu nome

Seu nome é requerido

Por favor insira seu email

Um email é requerido

Por favor entre uma mensagem

Customização por inflar.com Criação de Sites e design por WPShower. Política de Privacidade. Google+

Feito com WordPress.

Mais Conhecimento

Para Um Vida Melhor!

"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã." — Leonardo da Vinci
"Receber essas dicas é como fazer um curso gratuito de conhecimentos gerais! Obrigado!" — Nobre Leitor Dicazine