Empreendedorismo e Gerenciamento de Projetos

O que é Empreendedorismo?

A aventura de empreender encerra, em si, emoções intensas pela sua própria natureza. As incertezas são grandes, desafios aparecem a cada etapa, é necessário coragem e perseverança, o resultado final nem sempre acontece da forma como se idealizou, ou seja, os riscos são muitos e a recompensa incerta.

O que ocorre, muitas vezes, é que o Empreendedor confunde ousadia com irresponsabilidade, incerteza com ignorância, ou seja, confunde a necessidade de assumir riscos calculados, inerente ao processo empreendedor, com a atitude de assumir compromissos de forma temerosa, despreparada, desinformada, confiando em sua capacidade em enfrentar “o que vier”. Muitos negócios promissores perecem pela forma destrambelhada com que são implantados, muitos empreendedores quebram não pelos “fins” vislumbrados, mas pelos “meios” escolhidos.

Boa parte desses problemas poderia ser evitada se o sujeito que se coloca à frente do empreendimento pudesse contar com ferramentas e metodologias de Gerenciamento de Projetos, mesmo as mais rudimentares.

Projeto, como sabem, é o processo de se atingir um objetivo, considerando as restrições de tempo e custo. Todo empreendimento é um Projeto e  todo Projeto bem administrado tem maiores chances de ser bem sucedido. Parece óbvio ? E é. Mas então, me digam, por que, na prática, vemos tantas pessoas “encarando” os desafios de forma muitas vezes precária e ineficaz ? Por que o tal do “Plano de Negócios”, quando existe, fica relegado a um papel burocrático, formal, quase como se fosse apenas mais uma “tarefa” a ser executada por solicitação de terceiros, às vezes por condicionamento em relação a financiamentos ou acesso a benefícios.

O “Plano de Negócios” PODE ser um instrumento muito poderoso quando tratado como um “Plano de Projeto”, com considerações financeiras, detalhamento das etapas a serem concluídas, tempos e recursos envolvidos, METAS intermediárias a serem atingidas, “Plano B” (e, se possível, o C e D também…), mapeamento de riscos, monitoramento das relações de poder (gerenciamento dos “interessados” – stakeholders – no projeto), comunicação efetiva, e muito mais.

A disciplina de Gerenciamento de Projetos parece ter entrado na moda nos últimos tempos. QUE BOM !! Há que se procurar, no entanto, absorver o que é útil no momento, aplicar o que é necessário para seu negócio na circunstância particular que estiver enfrentando, e não se deve tentar tratar de forma radical, querendo gerar documentos e estudos formais em todas essas dimensões para cada compra de mesas e cadeiras que se vai fazer. “Use com moderação”, como diz a conhecida campanha, mas acrescento: “USE !!!!”


Colunista
Equipe de redação da Revista Dicazine. Desde 2008 trazendo informação relevante e de qualidade, promoções divertidas e fáceis de participar. Assine gratuitamente e faça parte do seleto grupo!
Envie seu comentário

Por favor insira seu nome

Seu nome é requerido

Por favor insira seu email

Um email é requerido

Por favor entre uma mensagem

Customização por inflar.com Criação de Sites e design por WPShower. Política de Privacidade. Google+

Feito com WordPress.

Mais Conhecimento

Para Um Vida Melhor!

"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã." — Leonardo da Vinci
"Receber essas dicas é como fazer um curso gratuito de conhecimentos gerais! Obrigado!" — Nobre Leitor Dicazine