Auto ajuda:Percebendo o quanto me amo

Percebendo o quanto me amo

Quando nos perguntam como estamos nos sentindo, é comum, para quem não está acometido por alguma patologia, respondermos que estamos bem. A questão, é que nem sempre acreditamos nisso, no que respondemos, na maioria das vezes  se liga o piloto automático da mente  e a resposta sai prontinha por mero costume. Se for por telefône, quem está do outro lado da linha, se for uma pessoa muito próxima, percebe pela entonação da voz, que a boca está verbalizando uma coisa mas o tom indica outra.
Em geral, os problemas; prefiro dizer, os desafios que temos que enfrentar ao longo da vida, a maior dificuldade em vencê-los, ou mesmo, pensar, enxergar uma solução simples e viável, está na própria mente  no fator emocional  de como se vê a vida.
Essa dificuldade pode ser pelo fato de não se estar com boa auto estima, de estar com uma visão distorcida de si mesmo, sofrendo de baixa auto estima, que é um processo, não aparece   de uma hora para outra. Aos poucos, a pessoa passa a se criticar demais, a sentir mais medo, ansiedade, desenvolver fobias, depressão e outras coisas mais.
Desenvolver o auto amor, é fundamental para viver bem e melhor, resgatar esse sentimento de auto valorização  que nos faz crescer, faz com que se tenha mais segurança pessoal, favorece nos relacionamentos, no desempenho profissional e o principal, leva cada um a sentir-se bem consigo mesmo.

Equilíbrio emocional

Auto ajuda

Simples mudanças de pensamentos  refletem no exterior como um todo, como por exemplo:parar de se olhar no espelho  focando uma imagem mental que não é a sua, se aceitar como é, é o primeiro passo. Evidente que não significa que só por estar acima do peso deva ficar, ou  então que não vai mais se depilar por ser natural assim. Não é isso, quem não  gosta de se depilar  é uma escolha pessoal mas quem gosta de ser ver lisinho(a), claro que deve. Praticar exercício físico e ter cuidado com o excesso de peso, não é apenas uma questão estética, é principalmente de saúde e, mesmo que tenha uns quilinhos a mais, veja-se como uma pessoa bonita e única que você é. Melhorar a imagem, usando a roupa que gosta, fazer a barba, usar uma boa maquiagem, valorizar seus dons, etc…, vale e é bom, desde que seja  para o seu agrado e não para se botar pra baixo com críticas.
Quando se restaura o auto amor, consegue-se entender que essa é uma máxima que só se ama alguém, quando primeiramente sente amor por si, o que não tem nada a ver com egoísmo. Desse modo, se tem condições de alcançar o auto respeito, vibrar com as conquistas e se desfazer dos elos equivocados que só fazem adoecer.

Colunista
Equipe de redação da Revista Dicazine. Desde 2008 trazendo informação relevante e de qualidade, promoções divertidas e fáceis de participar. Assine gratuitamente e faça parte do seleto grupo!
Envie seu comentário

Por favor insira seu nome

Seu nome é requerido

Por favor insira seu email

Um email é requerido

Por favor entre uma mensagem

Customização por inflar.com Criação de Sites e design por WPShower. Política de Privacidade. Google+

Feito com WordPress.

Mais Conhecimento

Para Um Vida Melhor!

"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã." — Leonardo da Vinci
"Receber essas dicas é como fazer um curso gratuito de conhecimentos gerais! Obrigado!" — Nobre Leitor Dicazine