Como abrir empresa de lembranças infantis e/ou artesanatos

Perguntas e respostas com Vanessa Gouvêa

Preciso de ajuda. Tenho interesse em abrir uma empresa de lembranças infantis, não tenho cursos nem sei fazer nada AINDA pois quando comecei a pesquisar sobre que empresa abrir me apaixonei por artesanato. Não me importo com concorrência mas preciso saber o que fazer para ter sucesso e por onde começar pois ainda estou perdida.
Por Leitora

A forma como você iniciará seu negócio será determinante para o sucesso ou fracasso do mesmo. Muitas pessoas pensam que basta ter uma idéia e colocá-la para funcionar porém há muito mais coisas a se fazer quando o assunto é “abrir meu próprio negócio”.

Primeiramente deveremos pensar sobre alguns pontos básicos tais como:
– Possuo o perfil adequado para este ramo? Se não, como farei para adquirir tais habilidades?
– Possuo o conhecimento necessário? Se não, como farei para adquirir tais conhecimentos?
– Eu sei como funciona o segmento que escolhi?
– Em minha cidade há espaço para este tipo de empresa?
– O que pretendo ao abrir esta empresa?

Mais adiante ainda surgirão novos pontos tais como:
– Possuo o capital inicial necessário? E o capital de giro?
– Irei formalizar minha empresa?
– Como irei comercializar os produtos ou serviços?

Felizmente podemos contar com o apoio de várias instituições que oferecem suporte, cursos e todo o direcionamento necessário para quem pretende iniciar seu próprio negócio.

PLANEJAMENTO. Tudo deverá ter início a partir do planejamento. Planejar, calcular os riscos que poderá correr, desenvolver um plano de negócios mesmo que seja apenas para orientar a si mesmo, são pontos fundamentais para que você e sua empresa não façam parte das estatísticas de empresas que fecham logo no primeiro ano.

O SEBRAE é hoje com certeza o lugar que melhor poderá te direcionar sobre todas estas questões. Você poderá realizar cursos gratuitos e ter toda a ajuda necessária para planejar e iniciar o seu negócio.

De antemão já posso lhe dar alguns conselhos:
– Formalize a empresa. Vale a pena! Hoje em dia existe a facilidade de poder cadastrar-se como EI – Empreendedor Individual. Poderá por exemplo, vender imãs de geladeira entre outras pequenas peças de artesanato para lojas de R$ 1,99, fornecendo nota fiscal e trabalhando conforme as leis. Cadastrar-se como EI é extremamente fácil e o próprio SEBRAE possui cursos gratuitos para abordar este tema e dar as orientações necessárias.

– Não subestime a comunicação. Ter um nome bacana, um logo bem feito, embalagens e etc, dão um toque especial e fazem toda a diferença.

– PLANEJE. No início poderá até parecer “perda de tempo” mas posso lhe dizer por experiência própria: é muito melhor “perder” este tempo agora do que lá na frente! Sem contar que é muito mais fácil seguir um caminho quando já possuimos um bom mapa. O Plano de Negócios é este mapa. É através dele que você poderá visualizar onde está e onde quer chegar. Sem contar que com ele em mãos você poderá facilmente conseguir crédito para inicíar os seus negócios. O Banco do Povo é uma ótima opção para isto.

Agora, falando sobre o ramo escolhido, o principal você já possui: a paixão.

Ter paixão por aquilo que escolhemos para ser o nosso trabalho é com certeza meio caminho andando. A outra metade deverá ser trilhada com muito trabalho duro e dedicação.

Sendo assim, cara amiga, procure a unidade SEBRAE mais próxima de você ou acesse o site www.sebrae.com.br e informe-se sobre quais cursos serão mais indicados para você realizar e BOA SORTE!


Colunista
Envie seu comentário

Por favor insira seu nome

Seu nome é requerido

Por favor insira seu email

Um email é requerido

Por favor entre uma mensagem

Customização por inflar.com Criação de Sites e design por WPShower. Política de Privacidade. Google+

Feito com WordPress.

Mais Conhecimento

Para Um Vida Melhor!

"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã." — Leonardo da Vinci
"Receber essas dicas é como fazer um curso gratuito de conhecimentos gerais! Obrigado!" — Nobre Leitor Dicazine